Denúncias envolvendo medicamentos em Timóteo, podem virar caso de Polícia. Vereador Gualberto será o autor da denúncia

TIMÓTEO (Foto PCReis) – Na manhã desta sexta-feira (6) o vereador Geraldo Gualberto (PSDB) flagrou no almoxarifado da Prefeitura de Timóteo, no Bairro Primavera, centenas de medicamentos vencidos que serão encaminhados para o processo de incineração. Segundo Gualberto, medicamentos para hipertensão, colesterol, polivitamínicos, entre outros, estão aos montes para o processo de queima. Todos os medicamentos, conforme constatado pelo vereador, foram adquiridos ou recebidos do governo estadual ainda na administração do ex-prefeito Geraldo Hilário Torres.

O vereador Geraldo Gualberto só teve acesso aos medicamentos vencidos com a presença do prefeito Adriano Alvarenga e do secretário de Administração, José Constantino Coronel. (Foto PCReis)

Na presença da reportagem do JBN, o vereador Geraldo Gualberto chegou a ser barrado no seu papel de fiscalizador por funcionários do almoxarifado. Foi necessário a presença do prefeito interino Adriano Alvarenga e o secretário de Administração, José Constantino Coronel, para que a situação pudesse ser contornada, visto que o vereador estava ao ponto de pedir a intervenção da Polícia.

Ainda assustado com tamanho desperdício do dinheiro público, o vereador Geraldo Gualberto, disse que “é preciso investigar para saber se esses medicamentos são comprados com recursos do Ministério da Saúde. Se a suspeita se confirmar é crime, ainda mais em uma cidade onde a população mais carente sofre por conta da falta de remédio nos postos de saúde. Levarei esse caso ao conhecimento da Polícia Federal e do Ministério da Saúde”, comentou Geraldo Gualberto.

Caixas lacradas de medicamentos serão incineradas (queimadas).

AUDITORIA

O prefeito Adriano Alvarenga afirmou a reportagem do JBN que assumiu a prefeitura e de imediato propôs uma auditoria justamente na compra de medicamentos. Alvarenga adiantou que no primeiro apanhado da auditoria foi constatado um “desvio da ordem de R$ 900 mil com a compra de remédios”. Na segunda-feira (9), o prefeito prometeu apresentar com exclusividade para o JBN o relatório final da auditoria. O encontro será na Prefeitura de Timóteo.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *