Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

REDAÇÃO (Foto Corpo de Bombeiros) – O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais encontrou, na manhã de hoje (16), o corpo de um homem que pode ter se afogado ao tentar atravessar o córrego que corta uma ocupação de sem-teto na região da Mata do Izidoro, no bairro Jaqueline, região Norte de Belo Horizonte, após o forte temporal que atingiu a capital na noite desta quinta-feira (15). Segundo a Defesa Civil estadual, ontem foi o dia em que mais choveu na capital mineira desde o início do ano.

A identidade da vítima não foi confirmada e a Polícia Civil ainda vai apurar se a morte foi causada pelas chuvas. Segundo a Defesa Civil estadual, ontem foi o dia em que mais choveu na capital mineira desde o início do ano.

Mãe e Filha morreram  dentro do veículo onde se afogaram durante o forte temporal que atingiu Belo Horizonte. Cristina Pereira Matos, de 40 anos, e a filha dela, Sofia Pereira, de 6 anos

Segundo testemunhas, o homem cujo corpo foi encontrado em um córrego da rua Aroeira, na ocupação Vitória, aparentava estar embriagado e pode ter sido arrastado pelas águas ao tentar atravessar a enxurrada.

Uma mulher de cerca de 40 anos e sua filha morreram afogadas ontem dentro do próprio carro, que foi levado pela enxurrada junto com outros veículos em uma rua do distrito de Venda Nova.

A adolescente Anna Luísa Fernandes de Paiva Maria, de 16 anos, está desaparecida desde a noite de ontem. Ela teria caído em um bueiro destampado ao descer do carro em que estava com o namorado, tendo sido arrastada pela força das águas.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *