Atacado por vândalos, Monumento aos Pioneiros da Praça 29 de Abril carece de uma restauração

MONUMENTO AOS PIONEIROS DE TIMÓTEO: A ação do tempo e o vandalismo impõe a necessidade de uma restauração – Foto PCReis/JBN

TIMÓTEO – Inaugurado em abril de 2006, na Praça 29 de Abril,  virado para o sol nascente, o Monumento aos Pioneiros de Timóteo, idealizado pela artista Ângela Ataide, como uma forma de homenagear os pioneiros de Timóteo, está necessitando de uma restauração. Além de sofrer com a ação do tempo, a obra também foi alvo de vandalismo. A placa de inauguração foi roubada, juntamente com a marmita e o braço da criança.

No ano passado, a obra de Carlos Drumond de Andrade, também da mesma artista,  foi restaurada a pedido da Secretaria Municipal de Educação e devolvida à Biblioteca Raquel Pacífico Drumond. A obra tinha sido depredada e as administrações anteriores mantinham a mesma escondida na Secretaria de Obra, em meio aos materiais inservíveis.

Mesmo sendo uma obra encomendada pela prefeitura, a artista se envolveu muito com o projeto, uma vez que na sua juventude morava próximo à “pracinha”. A obra retratou a simplicidade daquelas famílias que chegavam com a esperança de um futuro promissor, a princípio com expectativas no grande pólo industrial que se projetava o Vale do Aço.

O homem de chapéu trajando camisa, calça e botina representa o tradicional, o apego aos valores, por isso carrega uma foice que apesar de podar, não corta as raízes. A mulher, grávida, simboliza a reprodução, o aconchego de mãe. Está ao lado do homem ajudando-o na luta diária. A criança em uma das mãos carrega uma marmita – simbolo da sobrevivência, e na outra mão segura uma varinha lembrando o lúdico.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *