Volta às aulas em Timóteo, incluindo creches, será segunda-feira (31) com revezamento de turmas

TIMÓTEO – O Município de Timóteo retoma na próxima segunda-feira (31/5) as aulas na rede municipal de ensino em sistema híbrido, com revezamento das turmas. Cinquenta por cento das turmas terão aula presencial na primeira semana, e a outra metade frequenta a sala na semana seguinte e assim sucessivamente com os alunos se revezando entre as aulas em sala e o desenvolvimento das tarefas em casa.

Voltam na segunda-feira as turmas de Educação Infantil, dos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental e creches. A rede municipal de ensino de Timóteo conta com aproximadamente seis mil alunos distribuídos em 15 escolas, 3 Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEI) e 12 creches conveniadas.

Para a volta às aulas foram promovidos treinamentos com servidores que atuam nas escolas sobre os protocolos sanitários e as regras de higienização. Nos portões de acesso, uma servidora estará encarregada de aferir a temperatura corporal dos alunos; as salas de aula foram todas demarcadas com distanciamento de 1,5 metro entre as carteiras; foram instalados dispenser com álcool 70% e serão disponibilizados sabonete líquido para alunos e professores.

As cozinhas das escolas também passaram por adequações para manter o distanciamento exigido entre as profissionais na hora da produção da merenda. Não haverá recreio e cada sala terá um horário previamente determinado para o lanche. Cada professor receberá protetor facial e duas máscaras para uso diário em sala de aula.

Segundo explica a subsecretária de Educação, Márcia Lessa, o calendário escolar de 2021 foi refeito. O ano letivo recomeça na segunda-feira, 31 de maio, e termina em dezembro com dois recessos: um na última semana de julho e outro em outubro na semana do Dia das Crianças (12) e do Professor (15).

“A partir de agora os alunos trabalhão com livros didáticos em sala e com orientação de estudos para desenvolver em casa”, descreveu Márcia Lessa, acrescentado que os pais não são obrigados a enviar os alunos para a escola, mas a Secretaria Municipal de Educação conta com a parceria deles para que essa retomada nos sistema híbrido transcorra da forma mais tranquila possível e sem atropelos.

“A situação hoje está mais tranquila, com a vacinação avançando e a queda nos números de contaminações e óbitos. O cenário está favorável e com a cooperação de todos vamos assegurar o direito a todos a uma educação de qualidade e com toda a segurança necessária”, pontuou Márcia Lessa. Ela citou que para reforçar o apoio pedagógico aos alunos foram criados grupos no Whatsapp e Telegram para acompanhamento e retirada de dúvidas sobre o conteúdo educacional.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *