Paralisadas, obras da UPA do Primavera tem nova ordem de serviço na segunda-feira

TIMÓTEO – Paralisadas há dois anos e meio, as obras da Unidade de Pronto Atendimento – UPA, do Bairro Primavera, ganhará um novo capitulo na próxima segunda-feira (26). O prefeito Geraldo Hilário Torres (PP) está convidando para o ato de uma nova assinatura de ordem de serviço, que acontecerá no canteiro de obras da UPA, a partir das 19h.

O primeiro edital para a mencionada obra foi publicado em setembro de 2013. O financiamento do empreendimento  foi anunciado com recursos do município e do governo federal, por meio do Ministério da Saúde, que liberou a quantia de R$ 2 milhões. A intenção de acordo com o projeto era o de reestruturar a rede básica de atenção à saúde, e também garantir um atendimento de urgência de qualidade.

Com capacidade para atender 600 pessoas por dia, a Unidade de Pronto Socorro (UPA), deveria ter entrado em funcionamento em julho de 2015, mas sem as devidas explicações do poder público, a obra se arrastou até os dias de hoje: dois anos e meio do previsto.

Para o prefeito de Timóteo, Dr. Geraldo Hilário, com a UPA, Timóteo irá ampliar a capacidade de atendimento e melhorar a qualidade dos serviços prestados ao cidadão. “Avançamos em vários pontos na saúde, seja na Atenção Primária, na oferta de exames e cirurgias. A UPA vem qualificar ainda mais o atendimento à população, atualmente prestado pelo Centro de Saúde João Otávio.” O prefeito antecipa que, em breve, outras iniciativas importantes serão anunciadas para na área da saúde.

O custo inicialmente previsto para concluir a UPA de Timóteo é de R$ 2.846.756,90, incluindo a contrapartida do Município, além dos equipamentos e mobiliário necessários. Desse total, o Ministério da Saúde já repassou R$ 1,5 milhão. O Ministério da Saúde definiu que a obra da UPA deverá ser concluída até dezembro deste ano.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *