VEREADORA CIDA LIMA APRESENTA MOÇÃO DE APOIO AOS TRABALHADORES DOS CORREIOS

Vereadora Cida Lima

IPATINGA – A vereadora Cida Lima apresenta, na próxima sessão da Câmara de Ipatinga, uma moção de apoio aos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios. A proposta reafirma o posicionamento contra a privatização da empresa e atende a um dos encaminhamentos aprovados pelos participantes da Audiência Pública realizada na última terça-feira (25/05), pela Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Defesa dos Portadores de Necessidades Especiais.

“Sabemos que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos é uma estatal eficiente que não depende de recursos da União. Além disso, o setor de transporte e logística é um dos que mais crescem no mundo. O argumento de futura dependência financeira não se sustenta, pois além de dar lucro, a empresa exerce uma função social, integrando todos os 5.565 municípios, levando cidadania e progresso a mais de 200 milhões de brasileiros e garantindo emprego a milhares de servidores”, justificou a vereadora Cida Lima.

A reunião ocorreu com transmissão pelo Youtube e Facebook da Câmara de Ipatinga, em cumprimento aos protocolos sanitários da COVID-19. Participaram de forma remota, o deputado federal Leonardo Monteiro; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Correios e Telégrafos e Similares do Estado de Minas Gerais (SINTECT/MG), Robson Silva; o presidente da Associação Nacional dos Trabalhadores dos Correios (ANATECT), Rodolfo Amaral; o vereador de Timóteo, Vinicius Bim, juntamente com outros vereadores de Ipatinga; o agente dos Correios de Ipatinga, Maquinair Fernandes e o ex-diretor superintendente dos Correios, Pedro Amengol, além da presença numerosa de trabalhadores e trabalhadoras dos Correios, lideranças políticas da região e população em geral.

O deputado federal Leonardo Monteiro destacou a importância da atuação dos Correios para a população, principalmente neste momento pandemia. “Em muitos municípios brasileiros, o que a população tem de acesso ao serviço público é o Correio, seja para transações bancárias ou para receber seu auxílio emergencial. É um absurdo discutir a privatização neste momento em que o Governo Federal deveria se preocupar em vacinar a população para vencermos a Covid-19”, denunciou.

O presidente do SINTECT/MG, Robson Silva, esclareceu pontos importantes sobre a privatização. De acordo com ele, o lucro líquido do Correio, em 2020, foi de aproximadamente 1,5 bilhões de reais. Com a ascensão do e-commerce na pandemia, a expectativa é de que o lucro seja ainda maior neste ano. “Por que alguém venderia uma empresa altamente lucrativa? E quem defende a privatização precisa informar à população que os serviços ficarão mais caros para todos, inclusive para quem vende e compra pela internet”, pontuou.

O representante do sindicato também ressalta que o PL nº 591/21, enviado pelo Governo Federal para a Câmara dos Deputados, se aprovado, culminará na demissão de milhares de trabalhadores e precarização dos serviços. “O aparelhamento da empresa faz parte de um projeto político do governo Bolsonaro. Ano passado, o governo retirou dos servidores dos Correios, 50 cláusulas do acordo coletivo de trabalho visando a privatização da empresa”, relatou. “Aqueles que não defendem as empresas públicas, fazem demagogia com o povo para se elegerem e depois votarem contra o povo, retirando direitos que são essenciais para todos, como Correios, Eletrobrás, SUS, entre outros.”, finalizou.

O vereador de Timóteo, Vinicius Bim, parabenizou a vereadora Cida Lima pela audiência e se posicionou sobre o tema: “Não podemos deixar de nos manifestar sobre esta pauta. Sabemos do tamanho dos Correios para o Brasil e do serviço social que a empresa presta à população. Não podemos nos omitir e fugir deste debate, por isso sou contra a privatização”, opinou.

Encaminhamento

Ao final da sessão, a vereadora Cida Lima leu as manifestações da população por meio do chat ao vivo da transmissão e apresentou uma Moção de Apoio aos trabalhadores dos Correios e contra a privatização da empresa, que foi aprovada pelos participantes da audiência e será apresentada na próxima sessão da Câmara de Ipatinga.

Após aprovada, cópias da Moção serão encaminhadas aos sindicatos e associações dos Correios, entidades sociais, Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados. O objetivo é unir forças em todas as esferas políticas, pressionar e sensibilizar os deputados federais para que não aprovem a privatização.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *