Medição Individualizada da Água é o tema do próximo Webinar da Arsae-MG

REDAÇÃO – O Programa “Regulação em Foco” da Arsae-MG vai trazer em sua próxima edição um tema que, apesar de técnico, desperta muito interesse em consumidores, prestadores e órgãos reguladores: Medição Individualizada de Água. O 5º Webinar da série acontece no próximo dia 25/03 (quinta-feira), das 9h às 12h. Além da participação de profissionais da Agência, o evento vai contar ainda com a presença de diversos especialistas do setor de saneamento, entre eles representantes da UFMG, Sabesp e Copasa. Serão apresentadas leis e normas que se aplicam ao tema, status da implantação da medição individualizada, seus impactos no meio ambiente, vantagens, uso racional do recurso, sustentabilidade hídrica, pagamento pelo valor justo, alternativas tecnológicas e desafios. Haverá transmissão ao vivo pelo canal da Arsae-MG no Youtube.

O diretor-geral da Arsae-MG, Antônio Claret, destaca que a medição individualizada de água nos edifícios residenciais é uma das alternativas para amenizar o impacto ambiental, uma vez que a população, ciente do seu real consumo, tem incentivos para ser mais eficiente e otimizar seu consumo de água, evitando desperdícios. “É também uma questão de equidade entre os condôminos, uma vez que cada unidade passará a pagar apenas pelo efetivamente consumido. Nesse sentido, acreditamos que o webinar será bastante útil para a população mineira, para que ela possa entender os benefícios da medição individualizada, tecnologias e alternativas disponíveis, etc.”, acredita.

A gerente de regulação operacional, Camila Seixas, explica que o sistema de medição individualizada de água consiste na instalação de determinado tipo de equipamento (hidrômetro) capaz de medir individualmente o consumo de água de cada apartamento, no qual o morador paga por aquilo que consumiu. Sem sistema de medição de água individualizada, a conta de água de todo o condomínio é calculada e entregue com um só montante. “Esse método de cobrança não considera, por exemplo, que alguns apartamentos gastam mais ou menos água, logo, nem sempre é justo. Além disso, o condomínio, muitas vezes, acaba arcando com a conta dos inadimplentes, já que é obrigado a pagar o total e dele não é possível descontar a parcela de quem não pagou.” explica a gerente.

Podcast

E já está disponível no Spotify uma entrevista com Marcelo Libânio, mestre em Engenharia Sanitária e professor titular da UFMG. O bate-papo, conduzido pelo analista de regulação e fiscalização da Gerência de Informações Operacionais, Otávio Hamdan, aborda a medição individualizada de água em relação aos seus aspectos financeiros e técnicos. Na sequência o entrevistado é Marcelo Fornaziero, responsável pelo Departamento de Desenvolvimento e Gestão da Diretoria Metropolitana da Sabesp. O bate-papo foi conduzido pela gerente de regulação operacional da Arsae-MG, Camila Seixas, no qual foram discutidos os pontos mais polêmicos, como uso racional da água, impactos no meio ambiente, segurança hídrica e pagamento pelo valor justo, dentre outros.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *