Comitiva de Ipatinga se reúne com diretor jurídico do Senado em Brasília

A visita institucional à presidência do Senado contou com a presença do presidente da Câmara de Ipatinga, Toninho Felipe (Cidadania), do vice-presidente, Adiel Oliveira (PMN), 1º secretário, Ley do Trânsito (PSD), e do 2º secretário, Zé Terez (PSL).

BRASÍLIA – Os membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ipatinga participaram, na terça-feira (25), de uma agenda com o diretor jurídico do Senado, Alexandre Silveira. Na oportunidade, os parlamentares protocolaram uma série de demandas coletivas que visam o desenvolvimento da região.

Entre as demandas solicitadas, estão a instalação da delegacia da Polícia Federal na cidade, a celeridade nas obras do aeroporto regional e a agilidade na duplicação da rodovia 381. Em nome do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, o diretor jurídico recebeu os vereadores e se prontificou a ajudar com as solicitações.

“Fomos muito bem recebidos pelo diretor jurídico do Senado, Alexandre Silveira, em nome do presidente Rodrigo Pacheco. Essa agenda é muito importante para a cidade de Ipatinga e região, uma vez que demandas protocoladas impactam diretamente na qualidade de vida da nossa população. Estamos certos de que eles irão defender os interesses da nossa região”, disse o presidente da Câmara de Ipatinga, vereador Toninho Felipe.

Infraestrutura viária e aérea 

A duplicação da BR 381 é um pleito antigo do Vale do Aço, uma vez que a rodovia é uma das principais vias de acesso da região. Em março deste ano, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, anunciou que R $63 milhões foram assegurados no orçamento federal para as obras na rodovia, que envolvem duplicação e melhorias da infraestrutura.

No mês de agosto do ano passado, o Ministério da Infraestrutura enviou para o Tribunal de Contas da União (TCU) o projeto de concessão da BR-381 e da BR-262, totalizando 686,1 quilômetros de extensão.

As expectativas é de que a liberação seja feita em breve pelo órgão. Inicialmente, as perspectivas eram de que o edital fosse publicado no fim do ano passado e que a licitação ocorresse até março deste ano. Segundo informações do Ministério da Infraestrutura, investimentos na ordem de R $7,7 bilhões estão previstos.

Outro pleito dos parlamentares é a continuidade das intervenções no aeroporto regional. As obras de restauração tiveram início no mês de abril. O investimento autorizado pelo Ministério da Infraestrutura em outubro passado soma-se a R $13,2 milhões, para melhorar a segurança operacional do aeroporto.

Os investimentos serão divididos entre a União (91% dos recursos) e a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade de Minas Gerais (9%). Os recursos do Governo Federal são oriundos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC).

Serão realizadas obras de restauração do pavimento da pista de pouso e decolagem, das taxiways, do pátio de aeronaves, além da execução da nova sinalização horizontal. A conclusão das obras está prevista para o segundo semestre de 2021.

“Nós do Vale do Aço estamos sofrendo com o isolamento por conta da nossa infraestrutura viária e aérea. Nossa região é muito rica e reconhecida internacionalmente pelo nosso polo metalúrgico. Se só os problemas da 381 já são terríveis, tivemos um agravante ainda maior, com a paralisação do aeroporto. As obras já iniciaram, mas viemos pedir ao senador para que nos ajude para que não haja nenhuma interrupção e que o mais breve tenhamos o aeroporto funcionando novamente”, disse o vice-presidente da Câmara, vereador Adiel Oliveira.

PF

Também durante a visita dos vereadores ao Senado, a Mesa Diretora aproveitou a oportunidade e solicitou ao diretor que fosse retomada as conversas para instalação de uma delegacia da Polícia Federal em Ipatinga. A demanda não fazia parte da pauta, porém é um assunto de extrema relevância para o Vale do Aço.

“Estou acompanhando desde o ano passado os passos para a instalação da delegacia da PF em nossa cidade. Estive em Brasília, em uma comitiva em 2020, em reuniões com ministro da Justiça e as conversas estavam bem avançadas, porém não havia sido efetivada. Pedimos apoio à presidência do Senado para dar celeridade a esse processo. A instalação da delegacia é um sonho de uma maior comodidade para usufruir da prestação de serviços da Polícia Federal na nossa região”, relatou o 1º secretário da Câmara de Ipatinga, vereador Ley do Trânsito.

Em setembro de 2019, a cidade recebeu a confirmação técnica quanto à viabilidade concreta de implantação de uma delegacia da instituição na cidade.

Um estudo técnico de viabilidade feito pela Polícia Federal apontou que Ipatinga possui todos os requisitos para comportar a abertura de uma delegacia da PF. A unidade seria de médio a grande porte, podendo receber cerca de 40 servidores para atender todo rol de serviços prestados pelo organismo.

Emissão de passaporte, controle migratório, acordos celebrados pela Polícia Federal com organismos nacionais e internacionais, informações de interesse para os aposentados e pensionistas da PF, controle de armas, leilões organizados pelo órgão, produtos químicos e segurança privada são alguns dos serviços que estarão à disposição da população com a chegada da Delegacia da Polícia Federal.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *