Obras do buracão do Olaria deverão ser refeitas. A pista afundou e as rachaduras na galeria voltaram

Timóteo – O JBN teve acesso com exclusividade ao estudo que vem sendo realizado pelo município de Timóteo, em relação à obra realizada na galeria que canaliza o Córrego Timóteo e Timotinho, em 2016, nas divisas entre os bairros Olaria e Cruzeirinho.

Conforme apurado pelo Jornal, a concretagem das inúmeras rachaduras que existiam na galeria, observadas após trinta dias de escavação, se abriu novamente e o asfalto na Avenida Acesita já apresenta um afundamento considerável.

Por meio de nota, a prefeitura de Timóteo confirmou está fazendo o acompanhamento das condições de infraestrutura da galeria. A prefeitura não quis falar o que de fato aconteceu na obra.

O município também confirmou que uma equipe técnica da secretaria de Planejamento fez incursões no local e constatou o deslocamento do maciço de terra sobre a galeria que canaliza o ribeirão Timóteo/Timotinho. A evolução das rachaduras no interior das galerias está sendo monitorada.

Apesar de não ter sido confirmado pela prefeitura, mas, diante das fotos e filmagens a que o JBN teve acesso, fatalmente o município será obrigado a fechar novamente a Avenida Acesita para a efetivação das mesmas intervenções realizadas em 2016.

Entenda o caso

A Avenida Acesita no Bairro Olaria foi obstruída no dia 13 de março de 2016, devido uma cratera que se abriu após forte chuva no município. A obra passou por várias intervenções.

Nas primeiras escavações, a cratera atingiu 15 metros de profundidade. Duas novas adutoras, com uma extensão aproximada de 140 metros, foram instaladas pela Copasa no local. Embaixo da via uma antiga galeria que estava repleta de rachaduras e que não suportava escoar toda a água acumulada em período de chuva na cidade. A fuga de terra que passava pelas rachaduras obstruiu uma das passagens de água da galeria.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *