Em coletiva, prefeito de Fabriciano descarta lockdown e diz que governador Zema não manda na cidade

O prefeito e a secretaria de saúde apresentaram a UPA a imprensa na manhã desta quinta-feira

Fabriciano (Foto: PCReis) – O prefeito Dr. Marcos Vinicius e a Secretaria de Governança da Saúde, Kátia Barbalho, realizaram de maneira oficial na manhã desta quinta-feira (25) a apresentação da UPA Dr. Walter Luiz Winter Maia, localizada na Avenida Maanaim, no Bairro Silvio Pereira II, a imprensa do Vale do Aço. Em seguida o chefe do Executivo Fabricianense concedeu entrevista coletiva.

Sem muita novidade para a imprensa sobre o funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento que poderia ter sido inaugurada no último mês de janeiro, conforme bem explicou o prefeito, o prédio foi mantido em retaguarda caso fosse necessário a implantação de um hospital de campanha para atender pacientes da Covida-19.

A unidade teve suas obras iniciadas em março de 2018 e que segundo o prefeito, mesmo com o contingenciamento de verbas federais e municipais, “a administração manteve o cronograma das obras e honrou o compromisso”.

Fazendo críticas veementes ao governador Romeu Zema, Dr. Marcos Vinicius, afirmou que está abrindo a UPA sem a mínima esperança de parceira com o governador de Minas Gerais, porque ele promete e não cumpre. “Não se pode confiar neste nosso governo. Apertou a minha mão, disse que iria pagar o que nos deve, e não cumpriu”.

Quando perguntado sobre a possibilidade de implantação do lockdown na cidade, anunciado pelo governo Romeu Zema, a ser implantado em determinadas regiões onde a incidência da pandemia do coronavírus está muito acima do que seria considerado adequado, o prefeito Dr. Marcos Vinicius foi curto e grosso: “aqui em Fabriciano Romeu Zema não manda”.

As portas da UPA do Silvio Pereira II estarão abertas a partir das 19h desta quinta-feira (23), quando acontecerá a inauguração oficial da unidade.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *