Timóteo realiza último LIRA’a do ano. Pesquisa vai revelar áreas mais infestadas

Timóteo – A Secretaria de Saúde e Qualidade de Vida de Timóteo irá realizar a última pesquisa do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRA’a) de 2019 no período de 15 a 17 de outubro. Serão vistoriados 979 domicílios nesta pesquisa. O LIRA’a por bairros é realizado a partir de amostragem de 20% do total de domicílios.

De acordo com Carlos Alberto Santos, coordenador do Departamento de Zoonoses e Combate a Endemias, “esse levantamento é amostral, ou seja, não há necessidade de todas as casas serem visitadas com esta finalidade. O resultado da pesquisa é apresentado em índices de infestação predial”, explica Santos.

Após esse levantamento é possível saber onde os mosquitos estão se desenvolvendo mais: se em locais de abastecimento de água, se em depósitos domiciliares, lixo e outros. O LIRA’a auxilia na programação de mutirões de limpeza urbana e nas ações de prevenção e combate à dengue, zica, chikungunya.

Mudança de comportamento

O departamento de Zoonoses informou que o índice de pessoas que não autorizam entrada dos agentes é alto e afeta diretamente o resultado das ações de combate. Mesmo com todas as campanhas educativas e apelos para participação dos cidadãos no combate ao mosquito Aedes Aegypti, os Agentes de Combate à Endemias (ACE) ainda encontram dificuldades para ter acesso a residências e condomínios para realização de vistorias e aplicação de larvicidas.

A educação em saúde é um dos campos de prática e conhecimento do setor de saúde que mais têm se ocupado com a criação de vínculos entre a ação médica e o pensar e fazer cotidianos da população no âmbito das políticas e programas de Saúde Pública. Para tal, os ACE recebem treinamento para desenvolver ações educativas voltadas às mudanças de comportamento dos indivíduos.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *