Reunião de comissão da CMT discute orçamento, mas também teve vexame de dois vereadores. Veja vídeo

O vereador Moacir de Castro ficou indignado com a Procuradoria Jurídica da Câmara, que não tornou regimental uma emenda de sua autoria. A proposta do vereador beneficiaria os Congados de Timóteo, Liga Acesitana, Reforma de Capela Velório e o setor Habitacional. 

Timóteo (Foto PCReis) – Após uma série de audiências públicas realizadas pela Câmara de Vereadores com os secretários municipais da Prefeitura de Timóteo, objetivando o detalhamento do Orçamento Municipal para 2020 – projeto 4.224/19, para os membros das comissões permanentes do Legislativo, nesta terça-feira (17), as comissões voltaram a se reunir para debater e analisar possíveis emendas à matéria.

Mesmo sendo considerado o Projeto de Lei de maior importância a ser analisado durante o ano, apenas nove dos 15 vereadores registraram presença: Raimundinho, professor Diogo, Adriano Costa Alvarenga; Alexandre Maria, Geraldo Moreira Nanico, Moacir, Zizinho, Binha e Gualberto. Com presença justificada os vereadores Wladimir Geraldo de Lana, Pastora Sônia, Ivair e Zé Fernando.

EMENDAS – O vereador Alexandre Maria foi o autor da Emenda de número 01, em conformidade com o Regimento Interno da Câmara, que garantiu recursos para obras de infraestrutura de três ruas no Bairro Recanto Verde. Os recursos carimbados foram da ordem de R$ 371 mil.

Também em conformidade com a legislação pertinente, as comissões aprovaram uma Emenda do vereador presidente, professor Diogo Siqueira, que destina o valor de R$ 20 mil ao Conselho Comunitário de Timóteo, para custear serviços jurídicos com vistas à legalização das entidades.

De igual maneira, as comissões também aprovaram para tramitação em plenário na próxima sessão Ordinária, a Emenda de autoria do vereador Zé Fernando, que indica R$5 mil para a realização de casamentos comunitários no município.

A ilegalidade de outras emendas forçou os seus autores a transformá-las em simples indicações. A Lei de Diretrizes Orçamentárias deve ser votada antes o fim do ano.

Valor Orçamentário

A previsão orçamentária do Município de Timóteo para 2020 é de R$ 247.449.832,00, sendo que para o setor de saúde o percentual reservado é de 20,21%, sendo que o limite mínimo é de 15%. Para a Educação também foi assegurado um percentual superior a 25% estabelecido por lei. A percentual para remanejamento do orçamento foi garantindo em 20% pela Casa Legislativa.

Sem Comentário – Após a reunião das comissões, os vereadores Fábio Campos Binha e  Adriano Costa Alvarenga, protagonizaram um grande vexame e falta de respeito. A troca de acusações e gritaria, mais parecia uma casa de loucos. 

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *