OAB realiza ato em prol da Justiça do Trabalho no Vale do Aço

IPATINGA – A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) por meio das subseções de Coronel Fabriciano, Ipatinga e Timóteo, realizam nesta segunda-feira, dia 21, às 8h30, um ato conjunto em defesa da Justiça do Trabalho, em frente à Justiça Trabalhista do Vale do Aço, à rua José Gomes Ferreira, 90, Santo Elói/Belvedere, em Fabriciano. A mobilização pela justiça do “trabalhador e do empreendedor” tem o objetivo de alertar a sociedade sobre a importância do segmento especializado na pacificação dos conflitos oriundos das relações trabalhistas, em decorrência de recentes investidas defendendo sua extinção.

O movimento tem o apoio de diversas entidades nacionais, seja da própria OAB, como o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e o Colégio de Presidentes de Seccionais – que inclusive emitiram nota conjunta sobre os prejuízos para a coletividade com a extinção da Justiça do Trabalho -, da Associação dos Magistrados do Trabalho da Terceira Região (Amatra3) e da Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra), entre outras. Associações empresariais como a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) têm defendido o fim da Justiça do Trabalho, levando tal agenda ao governo federal.

O presidente da 72ª Subseção da OAB-MG de Ipatinga, João Luiz Franklin Virtuoso, convida os advogados e advogadas a participarem da mobilização, destacando que a atuação conjunta das três subseções do Vale do Aço fortalece a luta em defesa da Justiça do Trabalho e da advocacia trabalhista. “Partindo da iniciativa da subseção de Fabriciano, onde se situa a Justiça do Trabalho, nos unimos ao movimento. Sabemos que o Poder Judiciário deve ser aperfeiçoado bem como a prestação jurisdicional. Mas não é extinguindo um ramo especializado da Justiça como suas características e peculiaridades, que exigem um conhecimento técnico específico e com previsão constitucional, que os problemas serão solucionados”, afirma o presidente, que iniciou sua carreira na advocacia trabalhista.

Para a advogada Thais Gonçalves, secretária-geral da subseção de Ipatinga, e militante da Justiça do Trabalho, é preciso que a sociedade compreenda que os conflitos nas relações de trabalho podem aumentar consideravelmente sem a atuação de advogados, magistrados e servidores com conhecimento específico em um ramo do direito que apresenta ritos mais céleres, fundamental quando lida com verbas alimentares de um lado e a atividade econômica do empresário de outro, responsável por movimentar a economia. “Temos que caminhar para o fortalecimento da Justiça do Trabalho, com respeito às prerrogativas do advogado e da advogada, para construirmos um sistema que atenda cada vez mais à sociedade e não retroceder”, avalia a secretária-geral que ao lado de Franklin compõe a diretoria recém-empossada para a gestão 2019-2021.

A JUSTIÇA DO TRABALHO

A Justiça do Trabalho concilia e julga as ações judiciais entre trabalhadores e empregadores e outras controvérsias decorrentes da relação de trabalho, bem como as demandas que tenham origem no cumprimento de suas próprias sentenças, inclusive as coletivas. Os órgãos da Justiça do Trabalho são o Tribunal Superior do Trabalho (TST), os Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs) e os Juízes do Trabalho.

SERVIÇO

Realização: Subseções da OAB/MG de Coronel Fabriciano, Ipatinga e Timóteo

Local: em frente à Justiça Trabalhista do Vale do Aço, que funciona na rua José Gomes Ferreira, 90, Santo Elói/Belvedere, em Fabriciano.

Data: Dia 21/01/2019, segunda-feira, às 8h30.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *