Conselho da Comunidade da Comarca de Ipatinga toma posse

IPATINGA (Foto Divulgação CCCI) – Nesta segunda-feira (13), o juiz da Vara de Execuções Penais da Comarca de Ipatinga, Thiago Grazziane Gandra que nomeou através da Portaria 05/2019 e recebeu no Fórum Dra Valéria Vieira Alves, os novos membros do Conselho da Comunidade da Comarca de Ipatinga (CCCI).

O Conselho é uma espécie de braço da Lei de Execuções Penais para atuar no campo da ressocialização dos sentenciados. É um órgão independente que integra o Sistema Judiciário da Comarca de Ipatinga, se tornando uma ponte facilitando o contato dos sentenciados com o mundo exterior. Sua atuação compreenderá a Comarca de Ipatinga para o triênio 2019/ 2021.

Dentre as atribuições do Conselho, está a realização de visitas as unidade prisionais como Ceresp e Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho em Ipaba, fiscalizando as condições para o cumprimento das penas, indo ao encontro do sentenciado; entrevistar presos; apresentar relatórios ao juiz da execução e ao Conselho Penitenciário;  diligenciar a obtenção de recursos materiais e humanos para melhor assistência ao preso, em harmonia com a direção das unidade prisionais.

O Conselho tem com presidente Adenir Soares Martins (Pretinha); vice-presidente, Ronísia  Angélica da Silva; secretário, Geraldo Ferreira Filho; vice-secretária, Eliana Marques de Alcântara Ferreira; tesoureira, Kênia Gomes da Silva; vice-tesoureira, Maria das Graças Ribeiro; conselheiros fiscais, Vicente Pacheco Campos, Francisco de Souza Lima Neto e Carlos Gonçalves Souto e conselheiros fiscais-suplentes: Dorly Carvalho Bragança, Maria Cèlia de Oliveira Silva e Irani Maria Gomes Souza.

“Creio em um conselho atuante, na seriedade e empenho dos novos membros nomeados visando auxiliar o preso durante o cumprimento da pena e na sua integração na sociedade”, concluiu o juiz da Vara de Execuções Penais da Comarca de Ipatinga, Thiago Grazziane Gandra.

A presidente do Conselho, Adenir Soares Martins, acredita no empenho e dedicação não só dos novos conselheiros, mas da colaboração e envolvimento de toda a sociedade, entidades e poderes constituídos de Ipatinga.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *