Confirmado o risco de epidemia, Timóteo declara guerra ao mosquito Aedes aegypti e aos moradores descuidados

Preocupado, o prefeito Douglas Willkys disse que toda a ação a partir de agora será coordenada de forma conjunta com a Procuradoria Jurídica da Prefeitura, a Polícia Militar e a Secretaria Municipal de Saúde.

Resultado do LIRAa impõe medidas severas em Timóteo. Além de notificação e multa, a Administração Municipal vai realizar mutirões em vários bairros do município.

TIMÓTEO – O resultado do primeiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) deste ano apontou índice médio de 6,5% de infestação predial no município, número que confirma situação de risco de epidemia.  Na última quinta-feira (30) foi realizada uma reunião extraordinária do Comitê Interinstitucional de Enfrentamento às Arboviroses de Timóteo que contou com a presença do prefeito Douglas Willkys e de todo o secretariado para debater as ações emergenciais para combater os focos do mosquito transmissor das arboviroses.

O prefeito Douglas Willkys determinou o envolvimento de todo o governo nas ações de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. “Nós sempre trabalhamos com educação em saúde, informando e prevenindo a população para os riscos, mas é preciso o envolvimento maior dos moradores”, disse o prefeito. A Administração Municipal vai notificar os proprietários de residências flagradas com focos de larvas do Aedes aegypti. Eles serão multados após notificação da irregularidade e caso não adotem providências para limpar os locais de infestação. “Não seremos arbitrários, mas vamos ser firmes para corrigir uma atitude irregular”, afirma o prefeito.

A ação será coordenada de forma conjunta com a Procuradoria Jurídica da Prefeitura, a Polícia Militar e a Secretaria Municipal de Saúde, uma vez que um único imóvel com criadouro do mosquito pode adoecer um quarteirão inteiro.

Bairros

O LIRA’a por bairros é realizado a partir de amostragem de 20% do total de domicílios. No primeiro extrato destacam-se negativamente os bairros Macuco (7,32%), Recanto Verde (4,85%), Distrito Industrial (16,67%), Ocupação do Limoeiro (9,09%), Limoeiro (10,81%), Santa Terezinha (10,53%), Quitandinha (11,76%), Cruzeirinho (12,50%) e Olaria (8,70%).

No segundo extrato da pesquisa destacam-se os bairros Grota dos Vieiras (9.52), Alvorada 1 (15), Bandeirante (7.69%), Ana Moura (5,36%), Bromélias (9.09%), Getúlio Vargas (12,50%) e Serenata (6.67%).

E ainda, os bairros: Ocupação do Ana Rita (66.67%), Ana Rita (9.09%), Centro Sul (5,41%), Fazenda Boa Vista (16,67%), Ana Malaquias (23,08%), São José (5,56%), John Kennedy (7,69%) e Córrego do Caçador (5%).

Lei

A habilitação do supervisor de Endemias para aplicar o Auto de Infração que irá punir os moradores reincidentes também já foi providenciada. O secretário de Saúde, Eduardo Morais, chamou a atenção também para a seleção mais rigorosa dos agentes de endemias aprovados no último processo seletivo, bem como o treinamento estruturado que foi aplicado a todos que trabalham em campo. “O resultado deste LIRAa é um reflexo disso”, resumiu o secretário, referindo-se ao fato de o levantamento apontar com exatidão o grau de infestação no município.

“Os agentes de endemias estão atuando de forma mais efetiva. É preciso que o morador entenda que o profissional não está ali para limpar o lixo acumulado no quintal das casas, mas para fiscalizar as condições daquele local e identificar os riscos. Agora, os agentes tem o respaldo da Lei Nº 2.938/2009 que prevê a obrigatoriedade de proprietários ou locatários na manutenção dos bens limpos, sem acúmulo de lixo, entulhos e materiais inservíveis a fim de evitar a proliferação de mosquitos causadores de doenças. A Lei prevê ainda a apreensão de materiais que possam acumulam água e servir de criadouros para os mosquitos”, enfatizou.

Treinamento

Foto: PCReis

Segundo José do Carmo Torres da Silva, funcionário da Aperam e membro do Comitê, foi realizado o treinamento de 92 funcionários da empresa no dia 29 de janeiro, aplicado pelo Coordenador da Zoonoses, Milton Max Madeira de Oliveira. “Estamos sensibilizando os funcionários para aplicar seu conhecimento dentro e fora do ambiente de trabalho. Eles serão multiplicadores na comunidade onde moram. Além disso, realizaremos o Dia D da Aperam, no período de 1º de fevereiro a 31 de maio, com verificação dos pontos estratégicos dentro da empresa com aplicação de larvicida e inseticida. Vamos trabalhar para risco zero de infestação”, citou.

Mutirão

A gerente de Saúde Coletiva, Madalena Rodrigues, falou sobre a adoção da notificação via whatsapp. “Formamos um grupo com os principais setores de saúde do município para a notificação dos casos de dengue, zica e chikungunya em tempo real. Desta forma, faremos o bloqueio preventivo daquela área a partir da notificação. Temos 19 casos de arboviroses notificadas em Timóteo até esta data. Só no Bairro Macuco, onde foi realizado o dia “D” neste sábado (2) são 7 casos”, pontua. A ação da Secretaria de Saúde começa pelo bairro Macuco, que registrou o maior número de notificações e índice de infestação predial de 7,32 %.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *