Fabriciano capacita profissionais da saúde sobre tratamento de sífilis

FABRICIANO – A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou nessa quinta-feira, 01, capacitação sobre o tratamento da sífilis. Durante o encontro realizado no auditório da Superintendência Regional de Saúde (SRE), enfermeiros, técnicos e médicos, debateram e foram instruídos sobre o tratamento, diagnóstico e acompanhamento de pacientes com a doença. A palestra foi realizada pelo médico infectologista, Dr. Márcio Rodrigues de Castro.

Segundo o médico responsável técnico da Atenção Básica, Dr. Cayo Nêdes, a ação faz parte do Programa Municipal de Saúde que descentralizou os testes rápidos para “ISTs” (Infecções Sexualmente Transmissíveis) HIV, sífilis e hepatites virais que desde fevereiro estão disponíveis em 8 unidades básicas de saúde. “Como nós descentralizamos o teste rápido pra levar o diagnóstico, nós tivemos a necessidade de capacitar os profissionais que atuam nas unidades de saúde para realizarem o tratamento de acordo com a classificação do paciente e o que preconiza o Ministério da Saúde. O objetivo é fornecer o tratamento e o acompanhamento do paciente”, explicou.

Sífilis

A sífilis é uma infecção bacteriana exclusiva do ser humano, que tem cura e tratamento garantido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A maioria das pessoas diagnosticadas com essa Infecção Sexualmente Transmissível tende a não ter conhecimento da infecção, podendo transmití-la aos seus contatos sexuais por meio de relação sexual (anal, vaginal e/ou oral) ou, até mesmo, durante a transfusão sanguínea rara, mesmo com a triagem rigorosa das bolsas de sangue.

Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde, entre 2013 e 2017 o número de casos da doença cresceu nas formas adquirida, congênita e de gestantes e recém-nascidos. No município foram registrados 318 casos da doença nesse período. Para o infectologista, Márcio Castro, é fundamental sensibilizar a população sobre o diagnóstico precoce para controlar o crescimento da doença. “O sexo seguro com o uso da camisinha continua sendo a melhor forma de prevenção. A sífilis tem 100% de cura, mas é preciso alertar que a partir do momento que a doença for diagnosticada é preciso que o paciente realize o tratamento adequadamente para erradicar a infecção que é feita por meio de doses de injeções de Benzetacil”, alerta.

A enfermeira do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis de Fabriciano, Juliana Cupertino, orienta que a doença é dividida em vários estágios e um deles é o Latente, período em que não se observa nenhum sinal ou sintoma clínico. “A doença passa um período sem apresentar sintomas, e mesmo assim a pessoa continua transmitindo. Por isso, reforçamos que os exames são importantes e são realizados de forma sigilosa”, finalizou.

Serviço

Na rede municipal de saúde de Fabriciano os exames para “ISTs” estão sendo realizados no Núcleo de Especialidades e Programas de Saúde no bairro Professores as segundas, quartas e sextas feiras no horário de 8h as 10h.

Na terça-feira o teste é realizado na unidade de saúde do Santa Cruz de 8h as 10h.

Quinta-feira- UBS do Recanto Verde de 14H ás 16h e na UBS do JK de 09h as 11h.

Sexta-feira – UBS do Mangueiras de 13h as 15h, no São Domingos de 13 as 15hs, no Cocais de 09h as 10h.

Na unidade do bairro Floresta de 13h as 15h e no Santa Terezinha de 08h às 10h.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *