sexta-feira, julho 19, 2024
DestaquesSaúde

Justiça determina suspensão da greve dos servidores da Fhemig

Foto Jornal Estado de Minas

REDAÇÃO – O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) deferiu liminar em ação ajuizada pela Advocacia-Geral do Estado (AGE-MG), nesta quarta-feira (7/6), e determinou a suspensão imediata do movimento grevista dos profissionais de saúde da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), deflagrado na segunda-feira (5/6). Em caso de descumprimento da ordem judicial, foi estipulada multa diária de R$10 mil, até o limite de R$ 300 mil, ao sindicato da categoria.

A Justiça considerou em sua decisão que existe “perigo de dano grave à comunidade no caso, sendo certo que a manutenção do movimento paredista ocasionará inquestionáveis prejuízos a toda a população do Estado, que necessita dos serviços de saúde fornecidos pelo Estado de Minas Gerais e pela Fhemig”.

O desembargador que analisou o caso destacou ainda “não haver dúvida de que a paralisação das atividades dos servidores da área de saúde causará inúmeros transtornos para os cidadãos, notadamente considerando a urgência e necessidade dos que buscam o serviço público de saúde para realização de consultas, exames, cirurgias e outros tratamentos”.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *