Pandemia provoca aumento do trabalho infantil. Fabriciano registrou oito casos de exploração

FABRICIANO – A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança de Assistência Social e com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, acendeu o alerta em relação ao trabalho infantil. Apenas no primeiro trimestre deste ano, os órgãos registraram oito casos de exploração de crianças em atividades remuneratórias nas ruas. O número de crianças exploradas pode ser maior, já que alguns casos envolvem irmãos e grupos familiares.

A campanha lançada pela secretaria abrange as redes sociais da prefeitura, lives e blitz no trânsito. A secretaria pretende chamar a atenção dos moradores para que não contribuam e denunciem quando se depararem com casos de exploração. A maioria dos casos foi registrada nas ruas por meio de flagrantes da exploração de crianças em tarefas consideradas de adultos e, portanto, caracterizadas como trabalho infantil.

São considerados trabalho infantil atividades econômicas ou de sobrevivência realizadas por crianças ou adolescentes em idade inferior a 16 anos, exceto na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos, sejam elas remuneradas ou não, com ou sem finalidade de lucro.

A Secretária de Governança de Assistência Social, Letícia Godinho, esclarece que o aumento do desemprego, supostamente, em decorrência da pandemia da COVID-19, seja uma das causas do aumento de registros de trabalho infantil.

“O que estamos presenciando é uma consequência direta da pandemia na vida dessas crianças, tirando delas o direito à infância e a vida escolar”, afirma Letícia.

Não bastasse o sofrimento trazido pela pandemia, causando desemprego e perdas de vidas, o trabalho infantil gera preocupações para o presente e o futuro das crianças.

O tema da campanha é: “É muito cedo, é muito triste, é muito covarde cortar infâncias pela metade”. Agora mais do que nunca, protejam crianças e adolescente do trabalho infantil. Se encontrar crianças em trabalho infantil,

DENUNCIE!

·         PLANTÃO CONSELHO TUTELAR: 31 9 8973-4146

·         SEDE DO CONSELHO TUTELAR: 31 3846-7735

·         CREAS: 3846-7731

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *