Novos leitos de UTI-Covid entram em funcionamento em Ipatinga

IPATINGA – Os novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estruturados para receberem demandas de pacientes com casos graves de Covid-19, na área externa do Hospital Municipal Eliane Martins (HMEM), em Ipatinga, entram em funcionamento a partir desta quinta-feira (8). O prefeito Gustavo Nunes, acompanhando do secretário Saúde, Cleber de Faria; do secretário de Governo, Roberto Soares, e do secretário de Administração, Matheus Braga, realizou uma visita técnica ao local para checagem das instalações e equipamentos, na tarde desta quarta-feira (7). Participaram ainda da agenda representantes de inúmeros órgãos de Comunicação da região e representantes do poder Legislativo.

A estrutura de campanha montada num espaço antes utilizado como estacionamento dará à cidade um fôlego providencial para lidar com o difícil momento de agravamento da pandemia, que afeta todo o país. Dos 20 leitos instalados, dez já estarão ativados nesta quinta (8), atendendo emergências de Ipatinga e região.

A capacidade de leitos UTI-Covid está sendo duplicada, saltando de 20 para 40. Outros oito leitos de Semi-UTI e de até mais 34 novos leitos de enfermaria Covid estão sendo disponibilizados no Hospital Municipal Elaine Martins (HMEM). A administração ainda estruturou 17 leitos de enfermaria clínica na Policlínica Municipal.

A viabilização desta estrutura de emergência exigiu do Governo Municipal uma gestão política ágil e eficaz, contando com o apoio de parcerias públicas e privadas para atendimento das necessidades em tempo recorde.

As ações colocam Ipatinga entre as primeiras cidades de Minas Gerais a dobrar o número de Unidades de Terapia Intensiva durante a vigência da chamada Onda Roxa no Estado.

O prefeito de Ipatinga destaca que desde o primeiro dia de sua gestão o governo não mediu esforços para equipar a rede de saúde com instrumentos para enfrentar a pandemia, empenhando-se principalmente na implantação dos novos leitos de UTI-Covid, valorização dos profissionais de saúde e na intensificação dos trabalhos de vacinação da população.

“São diversos investimentos na saúde que viemos trabalhando nestes primeiros 100 dias de governo, atuando com prontidão nas esferas do município, do Estado e da União em busca de melhorias na qualidade do serviço e assistência à nossa população. Mas é preciso lembrar que todo o nosso trabalho será em vão se não houver a cooperação de todos quanto à observância dos protocolos básicos de prevenção, principalmente evitando aglomerações e mantendo os cuidados essenciais relacionados à higiene”, disse o prefeito.

 PARCERIAS

Falando à imprensa na tarde desta quarta-feira, o secretário municipal de Saúde, Cleber de Faria, destacou a importância da parceria entre os setores público e privado para que as obras do Hospital de Campanha fossem concluídas em tempo recorde. “Contamos com a doação de diversas empresas parceiras para erguer essa estrutura em pouco mais de 15 dias”, salientou.

O secretário também explicou que a contratação dos leitos por dispensa de licitação – o que é previsto em lei para investimentos voltados para o combate à pandemia de coronavírus – foi viabilizada com recursos próprios do Município a partir do remanejamento de prioridades da pasta de Saúde.

“A contratação emergencial se tornou necessária e inadiável diante do agravamento do quadro de internações. Numa conjuntura de escassez de equipamentos e insumos no mercado, não conseguiríamos em tempo hábil a implantação dos leitos”, explicou.

NOVOS PROFISSIONAIS

Para compor o quadro de recursos humanos necessários para auxiliar no enfrentamento à pandemia, a Prefeitura de Ipatinga realizou Chamamento Público e abriu Processos Seletivos ampliando a contratação de cerca de 130 profissionais de diversas áreas da saúde como: médicos intensivistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, dentre outros.

CEAC

As obras de reforma do antigo Restaurante Popular, no Novo Centro, para implantação do Centro Especializado de Atendimento para Enfrentamento da Covid-19 (CEAC), já foram concluídas. A nova unidade começa a funcionar ainda nesta semana e vai auxiliar no fluxo de atendimentos na rede de Saúde, recebendo os casos leves e encaminhando os casos graves para a rede de urgência e emergência. Com estas instalações, o município pretende também fazer a testagem, triagem e acompanhamento dos casos positivos, diminuindo o fluxo nos hospitais.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *