Letícia Barros em seu primeiro lançamento: a Canção SUSPIRO

Olá, meu nome é Letícia Barros, tenho 22 anos, sou cantora e compositora de mais de 100 canções. Recentemente fiz meu primeiro lançamento da canção “suspiro” em todas as plataformas digitais (spotify, itunes, deezer, youtube), além do clipe a música conta com a versão acústica, disponível no YouTube. Vou contar um pouco da minha história.

Atualmente eu canto e estudo Jornalismo na Unileste. (Veja o Clipe de Letícia)

A primeira vez que subi no palco eu tinha 7 anos, cantei a música “Tô fazendo falta” da Joanna, com a minha mãe Ana Lúcia, na Fundação Aperam, em Timóteo, para mais de 100 pessoas. Era fofo e harmonioso estar ao lado de quem mais me inspira e eu não fui tomada pela vergonha. Depois disso, aos 11 anos repeti a experiência, cantando “Eu nasci pra amar você” do Zezé di Camargo e Luciano, novamente com minha mãe e no mesmo palco.

Com 14 anos, decidi aprender a tocar violão e quem me ensinou? Foi a minha mãe!

Eu queria fazer uma apresentação para minha família no meu aniversário de 15 anos e mesmo me bagunçando nas pestanas no instrumento, resolvi que seria uma apresentação de músicas autorais. Foi neste período que me conectei com a música e percebi o quanto eu me sentia bem, cantando, tocando e compondo letras que falam de sentimentos, momentos e descobertas. Era como uma terapia, um paraíso, uma vitamina da alma.

Quando estava no ensino médio, com 16 anos, novamente me apresentei no palco da Fundação Aperam, um show lindo, dividindo novamente o microfone com minha mãe, cantei músicas autorais e também “Apenas mais uma de amor” do Lulu Santos e “Velha Infância”, dos Tribalistas. Sou apaixonada por MPB, Pop Rural, Surf Music, Folk- Pop Rock, Indie e Sertanejo. Encantada com Ana Vitória, Tiago Iorc, Lenine, Pedro Salomão, Flávio Ferrari, Melim, Vitor Kley, Lucas Lucco, Luan Santana e Shawn Mendes. Amo minha família, meus amigos, Deus, a arte, a literatura e principalmente: o quando um ritmo toca o coração alheio.

Meu sonho? Ser feliz!

O lançamento da minha música, foi a junção de muitos projetos. Meu amigo produtor Breno Almeida me convidou para participar do projeto dele, de produzir artistas regionais. Escolhi produzir um trabalho autoral.

Meu amigo fotógrafo de muitos anos, Mário Alves da Star Vídeo Filmes me deu de presente a produção do clipe e em janeiro deste ano, aconteceu. No trevo, em frente à Ferroviária de Ipatinga fizemos as gravações do clipe. A sensação foi única e eu sou imensamente grata.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *