Viva o 1º de Maio! Viva o Povo Trabalhador!

Francisco Soares de Oliveira (Chiquinho), Presidente do PT de Coronel Fabriciano/MG

ARTIGO – Este dia 1º de Maio é um dia de luta por melhores condições de vida, de trabalho, de educação e de saúde para nosso povo, de dignidade para os humildes, os explorados, os desvalidos, que todos os dias lutam para sobreviver.

Em Minas tivemos grandes lutas de classes, no funcionalismo público, nas escolas, na saúde, a luta dos bancários, de mineiros e tantos outros. Em nossa região do Vale do Aço, nos anos 80, os metalúrgicos forjaram lideranças no chão de fábrica e protagonizaram greves históricas, que ainda hoje nos mobilizam e servem de exemplos para que os poderosos nunca ousem duvidar da capacidade de luta e organização da classe trabalhadora.

Infelizmente, neste 1º de Maio não temos nada para comemorar. Os direitos sociais, duramente conquistados, são retirados todos os dias, salários achatados e milhões de trabalhadores desempregados. Estamos diante de uma grande crise econômica, política e social, nesse país que é governado pela extrema direita fascista, sem projeto e entreguista.

Uma crise sanitária e de saúde pública sem precedente na nossa história. A pandemia, que assola o país e afeta toda a sociedade, consegue ser ainda mais perversa com os mais podres e humildes, que não tem como se defender. Para tentar diminuir o sofrimento e desespero do povo com a fome o desgoverno propôs pagar um auxílio emergencial de 200 reais, que a nossa bancada no Congresso Nacional ampliou para 600 reais e mesmo assim nosso povo luta desesperadamente para receber, lotando as agências da Caixa em todo país, se expondo ao risco de contaminação.

O governo Bolsonaro não só virou as costas para o povo como faz piada de mau gosto diante da tragédia, do sofrimento e da morte de milhares de pessoas no Brasil. É hora do Basta! Chega! O povo brasileiro exige respeito.

Neste 1º de Maio a palavra de ordem do nosso Partido dos Trabalhadores – e que deve ser seguida por toda a sociedade, pelos sindicatos e partidos políticos – é “Fora Bolsonaro”. Derrotar o projeto neoliberal, criando um Estado forte, exigindo dos governantes políticas públicas sociais, como a renda mínima cidadã e outras que venham dar dignidade aos trabalhadores e aos menos favorecidos.

E neste dia não podemos esquecer de homenagear todos os profissionais da saúde, na linha de frente contra o Coronavírus, os trabalhadores da limpeza pública, os condutores e trocadores do transporte coletivo, os caminhoneiros, os motoristas de aplicativos, os trabalhadores da alimentação e a todos que se sacrificam todos os dias por nossa segurança.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *