Fundação São Francisco Xavier começa a transição nesta sexta-feira para assumir o Vital Brazil

Na tarde desta quinta-feira foi realizada no auditório do Vital Brazil, a primeira reunião com a direção da Fundação São Francisco Xavier e os colaboradores que estão atuando na transição. 

Timóteo – Uma reunião ocorrida no início da tarde desta quinta-feira (10/9) no colégio São Francisco, em Ipatinga, definiu a nova mantenedora do Hospital e Maternidade Vital Brazil (HMVB). Trata-se da Fundação São Francisco Xavier que assume a gestão da unidade hospitalar de Timóteo por meio de um contrato emergencial. A direção da Fundação São Francisco Xavier no fim da noite de ontem (10/9), recebeu simbolicamente a chave do Vital Brazil

Presente na reunião, o prefeito de Timóteo Douglas Willkys agradeceu a Sociedade Beneficente São Camilo pelos 28 anos de serviços prestados à população de Timóteo e região. Na avaliação do prefeito a escolha da nova mantenedora, feita pela Secretaria de Estado de Saúde, vai ao encontro de um anseio da comunidade que reconhece os serviços prestados pela FSFX para a saúde regional. “A Fundação São Francisco é uma instituição com larga experiência na assistência médica-hospitalar e desfruta de muita credibilidade”, disse Douglas.

Pela FSFX estavam presentes o presidente da FSFX Salvador Prado Júnior e demais diretores. Salvador adiantou que recebeu o chamamento do Estado para assumir a gestão do Hospital e Maternidade Vital Brazil como mais um desafio. “Vamos garantir um atendimento do SUS integrando o sistema de saúde de Timóteo com Ipatinga e melhorando a qualidade assistencial na região”, pontuou Salvador Júnior. O contrato de gestão é de seis meses.

A reunião contou com a presença virtual, por meio de teleconferência, do secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva. Ao lado do vice-prefeito José Vespasiano e do secretário municipal de Saúde, Eduardo Morais, Douglas Willkys aproveitou para agradecer também o empenho do governo do Estado em resolver esse impasse que tirou o sono de funcionários e da população. Com o acordo, o atendimento feito pelo SUS à população não será prejudicado.

Entenda

No início deste ano, a Sociedade Beneficente São Camilo, mantenedora do HMVB, comunicou a Aperam que não renovaria o contrato e que deixaria a sua gestão nesse mês de setembro.

Em junho passado, a Aperam divulgou o novo nome da mantenedora do HMVB: Hospital Vera Cruz (HVC), de Belo Horizonte. Contudo o Ministério Público de Minas Gerais não concordou com o contrato sob o argumento de que ele não previa o atendimento aos pacientes pela rede SUS Fácil.

Sendo assim, o MP entrou com uma ação com pedido liminar para que a Sociedade São Camilo continuasse com os atendimentos até o fim da pandemia, o que não foi aceito pela mantenedora. Diante disso o Estado assumiu a transição e fechou com a Fundação São Francisco a prestação do serviço temporariamente.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *