Educação de Timóteo apresenta balanço durante audiência na Câmara de Vereadores

Timóteo – Representantes da Secretaria Municipal de Educação compareceram na noite desta terça-feira a audiência pública convocada pela direção da Câmara de Vereadores de Timóteo. Pela Prefeitura, marcaram presença o vice-prefeito e secretário de Educação, José Vespasiano Cassemiro, o Professor Vespa, e a secretária de Administração e Gestão, Simone Araújo e membros da equipe técnica da Educação; pelo Sinsep, o tesoureiro Israel dos Passos; pela Câmara de Vereadores, o professor Diogo Siqueira.

Durante o encontro Professor Vespa apresentou um balanço dos 14 meses à frente da secretaria. Para ele, o saldo da atual gestão é positivo, especialmente na área de Educação, setor que tem enfrentado dificuldades como a ausência e atrasos de repasses do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação), cujo débito já soma R$ 9 milhões.

A primeira medida de impacto efetivada pela Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, após a posse em julho de 2018, foi a retomada da gestão democrática nas escolas por meio da eleição direta para escolha de diretores e vice-diretores nas 15 escolas do Município. Esse era um compromisso assumido e que foi cumprido em 2018 pelo prefeito Douglas Willkys e pelo vice-prefeito e secretário de Educação, José Vespasiano Cassemiro, o Professor Vespa, junto à categoria e ao sindicato dos servidores.

Pela Prefeitura, marcaram presença o vice-prefeito e secretário de Educação, José Vespasiano Cassemiro, o Professor Vespa e a secretária de Administração e Gestão, Simone Araújo; pelo Sinsep, Israel dos Passos; pela Câmara de Vereadores, o professor Diogo Siqueira.

O processo de eleição direta havia sido interrompido em 2017 com a substituição de diretores eleitos democraticamente pela comunidade escolar por indicações políticas, contrariando assim a legislação municipal vigente. Esse retrocesso foi percebido no resultado do último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) no ano de 2017. O IDEB é calculado com base no fluxo escolar e nas médias de desempenho das avaliações (Prova Brasil) e tem como finalidade medir a qualidade do aprendizado estabelecendo metas para a melhoria do ensino.

Realizadas as eleições diretas, o próximo passo foi o de garantir um terço da carga horária dos professores que atuam no ensino regular para atividades extraclasse, ou seja, período utilizado para a elaboração de provas, capacitações, pesquisas e outras iniciativas que colaborem para o aprimoramento da carreira e, consequentemente, em melhorias no ensino. Timóteo era o único município da região sem cumprir a Lei Federal 11.738/2008. Para tornar realidade a nova jornada extraclasse, implantada em janeiro de 2019, a atual gestão investiu R$ 2,5 milhões.

Outra iniciativa que trouxe novo fôlego à gestão escolar foi o reajuste em 100% no valor repassado para as escolas municipais pelo PGF-E (Programa de Gestão Financeira Educacional). O valor repassado per capita era de R$ 4,50 e não tinha reajuste desde 2012. Em dezembro de 2018, a atual gestão da Prefeitura de Timóteo corrigiu o valor para R$ 9,00. Esse dinheiro é utilizado para o custeio de pequenas reformas, limpeza, capina, entre outros, garantindo mais autonomia na gestão educacional.

A entrega da Unidade Municipal de Educação Infantil (UMEI) do bairro Limoeiro em fevereiro deste ano foi outra ação que trouxe benefícios diretos para a população. Iniciada em 2011, a obra sofreu várias interrupções ao longo de sete anos, mas foi retomada pela atual gestão. A unidade atende a 60 crianças em período integral.

A retomada das Olimpíadas Escolares, envolvendo cerca de 1,5 mil alunos da rede pública e particular de ensino; o resgate do Projeto Ajudôu que ministra aulas de judô nas escolas da rede municipal e na APAE; a nomeação dos aprovados no concurso de 2014 para a área de Educação; o estímulo à participação de estudantes timotenses nas Olimpíadas de Conhecimento (Astronomia, Matemática e Língua Portuguesa); bem como a regularização de convênios com creches que atendem cerca de 900 crianças são algumas das dezenas de ações que o atual governo adotou em benefício da Educação.

 

 

 

 

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *