Prefeitura contrata fundação ligada a USP para fazer ‘pente fino’ na folha pagamento

TIMÓTEO – A assinatura do contrato PG 082/2019 entre a Prefeitura de Timóteo e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), ligada a Universidade de São Paulo (USP), nesta sexta-feira (26), concretiza um antigo sonho dos servidores efetivos e do sindicato da categoria. O trabalho a ser desenvolvido inclui a análise de conformidade da folha de pagamento e o estudo para revisão dos estatutos que regem a vida do servidor público.

O documento foi assinado pelo prefeito Douglas Willkys; pela secretária municipal de Administração, Simone Araújo Sousa; pelo procurador Humberto Abreu; e pelo membro do conselho curador da Fipe e pesquisador sênior da entidade, professor Denisard Alves. Participaram ainda do ato de assinatura os representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Timóteo (Sinsep), Jenifer Graciele Gomes e Israel dos Passos Arcanjo; o vice-prefeito e secretário de Educação, José Vespasiano Cassemiro, o Professor Vespa; e o secretário de Governo e Comunicação da prefeitura, Jair Ribeiro.

O valor do contrato é de cerca de R$ 1,7 milhão e o prazo para a sua execução é de oito meses. A secretária de Administração explicou que cinco fundações sem fins lucrativos foram convidadas a apresentar propostas: Fundação Getúlio Vargas (FGV); Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep); Fundação Instituto de Administração (FIA); Fundação João Pinheiro (não quis participar do pleito) e Fipe, que teve a sua proposta aprovada.

“Todo rito burocrático-administrativo necessário para a definição da fundação foi respeitado”, disse Simone Araújo. Ela explicou também que foi formada uma comissão de servidores efetivos e um representante do Sinsep para acompanhar o levantamento executado pelos técnicos da Fipe.

Cobrança

O diretor financeiro do Sinsep, Israel Arcanjo, lembra que há vários anos, a entidade sindical cobrava dos gestores municipais por essa iniciativa, que prevê levantamentos da folha de pagamentos dos servidores ativos e inativos e a revisão do plano de carreira dos servidores. “Ainda bem que conseguimos viver pra assistir a esse momento tão esperado pela categoria”, pontuou o sindicalista.

O prefeito Douglas Willkys, por sua vez, reconheceu que ao longo dos últimos anos os servidores têm enfrentado circunstâncias na vida pública quer têm refletido negativamente na vida pessoal deles. O prefeito também citou como ponto positivo o fato de o sindicato estar participando das discussões, assim como o Ministério Público que tem acompanhado as ações da atual gestão da Prefeitura de Timóteo para resolver pendências que se arrastam há vários anos.

 

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *