Ipatinga é modelo no programa de inserção de jovens e adultos no mercado de trabalho

Ipatinga – O município de Ipatinga foi considerado modelo na execução do Programa “Acessuas – Trabalho” em uma recente capacitação fornecida pela Coordenadoria do Programa no Estado de Minas Gerais, no Espaço Qualifica. Mais de 180 municípios participaram do encontro onde as oficinas de preparação para o mundo do trabalho intituladas ‘Bola da Vez’ foram amplamente elogiadas. Os cursos são oferecidos pela Seção de Inclusão Produtiva (Seinp) da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Em Ipatinga, pelo menos 229 jovens e adultos foram encaminhados para participação em processos seletivos de empregos na atual gestão municipal. Para fazer parte das oficinas do ‘Bola da Vez’ é necessário que a pessoa esteja incluída no Cadastro Único (CADÚnico) e seja direcionada pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).

Para os jovens, o ‘Bola da Vez’ oferece oficinas que tratam de assuntos relevantes como: motivação; comunicação; ética e etiqueta no trabalho; marketing pessoal e profissional; trabalho em equipe; noções de finanças; empreendedorismo; economia solidária; direitos e deveres do jovem aprendiz; currículo e processo seletivo; visitação à empresa.

Já o para o público adulto, são temas que abordam projetos futuros; relacionamento interpessoal; higiene pessoal e do lar; primeiros-socorros; educação do consumidor; gestão de tempo; nutrição e saúde, entre vários outros assuntos.

Inclusão produtiva

A equipe da Seção de Inclusão Produtiva (Seinp) faz articulações com empresas privadas e públicas de Ipatinga, inserindo no mercado os jovens e adultos por meio de parcerias, obtendo colocações para os usuários do programa Acessuas como Jovem Aprendiz, Jovem Trabalhador e Primeiro Emprego.

Um dos casos expressivos dentro do programa é Mariane Belarmino, 18 anos, contratada por uma rede de farmácias. Após conseguir o emprego, a jovem conseguiu um curso de capacitação de Dermocosméticos em São Paulo, com todas as despesas pagas pela empresa, incluindo passagens de avião.

“A melhor coisa que eu fiz foi participar das oficinas do Programa ‘Bola da Vez’. Além delas terem me dado mais condições para conseguir um emprego, eu ainda tive a oportunidade de aumentar meus conhecimentos com o curso de dermacosméticos. Minha vida teve uma grande transformação”, disse Mariane.

Modelo

No último dia 10 de outubro, uma equipe da Secretaria de Assistência Social do município de São Gonçalo do Rio Abaixo esteve em Ipatinga para conhecer de perto como funciona o programa Acessuas – Trabalho. O modelo das oficinas do ‘Bola da Vez’ foi levado como referência para execução de serviços da Seção de Inclusão Produtiva.

Para Arli Germana Schuchter, gerente da Seção de Inclusão Produtiva de Ipatinga, o município tem se tornado um exemplo muito sólido na área, e está bem à frente não só na execução do Programa Acessuas –Trabalho, mas também nas articulações e em estratégias com as organizações públicas e privadas para inserção do público do Cadastro Único no mercado de trabalho.

“O nosso trabalho é muito importante para os nossos usuários, uma vez que contribuímos para a emancipação das famílias e a melhoria da qualidade de vida delas. Além disso, fomentamos a economia do município com a inserção desse público no mercado de trabalho. A abrangência dos resultados reforça a convicção de que nos movemos na direção correta”, avalia.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *