Incêndio no Parque do Rio Doce já consumiu quase 500 hectares. Agora está controlado

 

Timóteo – Apesar de controlado, o incêndio que consome a mata nativa do Parque Estadual do Rio Doce, desde a  última sexta-feira (20), queimou cerca de 484 hectares. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros, Instituto Estadual de Florestas, Polícia Militar e brigadistas, nesta terça-feira (24).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a fase atual de combate se concentra no trabalho de rescaldo. “Nestes cinco dias, chegamos às 5h da manhã e ficamos até o final do dia. Hoje, estamos verificando a ‘linha do fogo’, que, com a chuva recente, parou de expandir. No percurso, a gente avalia se os troncos têm calor, se ainda estão em chamas ou soltam fumaça. O trabalho é importante porque se o clima voltar a esquentar, corre-se o risco de a vegetação ao redor pegar fogo novamente. Então, fazemos toda a limpeza do entorno”, detalhou o Capitão dos bombeiros, Tiago Ferraz.

O prefeito de Timóteo Douglas Willkys e o vice-prefeito Vespa, acompanharam todas as estratégias de combate ao incêndio

O incêndio começou próximo às residências do Bairro Alphaville, em Timóteo, e avançou em direção à mata. Segundo o militar, as causas das chamas estão relacionadas à intervenção humana. “Pela característica do local, perto de bairros, e onde o incêndio começou, seria quase impossível ser causa natural. Geralmente, o fogo se propaga por meio de descargas elétricas ou acúmulo de lixo. Incidência de raio solar também seria quase impossível por conta da vegetação verde, alta e densa. Realmente, esse incêndio foi consequência da ação humana, criminosa”, reforçou.

De acordo com a Polícia Civil, dois inquéritos foram instaurados e mais de 15 pessoas, ouvidas. O crime de provocar queimadas prevê de dois a quatro anos de prisão, além de multas. Algumas medidas para tentar recuperar a fauna e flora já começaram a ser planejadas.

Várias linhas de combate foram utilizadas durante o incêndio, mas, segundo o gerente, a construção de aceiros foi uma das estratégias mais importantes. “Na fase mais aguda do incêndio, as chamas estavam muito agressivas e a gente teve de realizar a intervenção mecânica. Com os aceiros que abrimos no meio da vegetação conseguimos bloquear as chamas e dar continuidade ao combate direto”, complementou.

Os bombeiros divulgaram que dois filhotes de papagaios foram encontrados mortos. Até esta publicação, uma cobra que seguia em direção ao incêndio foi resgatada e solta em ambiente seguro.

Salão Dourado: 18,2 Ha
Zona Alfa: 194 Ha
Zona Salão: 27 Ha

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *