Compostas em Fabriciano as Comissões de Inquérito que investigarão a empresa Lage&Lage e a Prevcel

CORONEL FABRICIANO (Foto PCReis) Na tarde desta terça-feira (26), em sessão Ordinária, seguindo as formalidades dos Requerimentos nº 24 e 27/2019, que determinaram a criação de duas Comissões Especiais de Inquérito (CEI), os vereadores representados por seus blocos partidários, observando a devida proporção  na forma regimental indicaram os representantes para a composição das Comissões.

A comissão sugerida no requerimento nº 24, investigará  denúncia apresentada pela administração municipal, alusiva ao possível rombo no Instituto de Previdência Própria de Coronel Fabriciano (PREVCEL) apontado em uma auditoria.

Já a segunda comissão sugerida no requerimento nº 27, propõe a investigação da atuação da empresa Lage & Lage Auditores e Consultores Associados em licitações na Prefeitura Municipal de Coronel Fabriciano.

Destaca-se que os 17 vereadores assinaram pela instauração das duas Comissões Especiais de Inquérito.

INVESTIGAÇÃO NA PREVCEL

O presidente da Câmara Municipal, vereador Adriano Martins, seguindo a ordem de acordo com  a indicação dos representantes de cada bloco partidário  no Legislativo, para a composição da comissão sugerida pelo Requerimento nº 24/2019, anunciou os vereadores: Ronilson Burrinho (PSB); Professor Edem Almeida (PT); e Carmem do Sinttrocel (PCdoB).  Anirton Valeriano, o Miltinho do Sacolão (PSDB); Thiago Lucas (PT); e Ronilton Ferreira Alves, o Relé (PCdoB), serão os suplentes.

Esta comissão se reunirá para escolha dos cargos de seus membros efetivos e investigará irregularidades apontadas em auditoria realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), em janeiro deste ano, que apontou irregularidades nas três últimas gestões do executivo fabricianense (entre os anos de 2005 e 2016), relacionadas à PREVCEL.

A conclusão dos trabalhos para as duas comissões deverá ser de 120 dias, podendo ser prorrogado por mais 60 dias.

INVESTIGAÇÃO DA EMPRESA LAGE&LAGE

Seguindo os mesmos procedimentos anteriores, o vereador presidente Adriano Martins, obedecendo ao proposto pelos blocos partidários, determinou para a composição da Comissão Especial que investigará a empresa  LAGE&LAGE os vereadores Leandro Tenório de Oliveira, o Xingozinho (PSC) – Presidente; Marcos Evangelista, o Marcos da Luz (PT) – Relator; e Geraldo Cristiano Alves Valentim, o Cristiano do Cais – Membro da Comissão. Roberto Rodrigues, o Beto Cavaleiro (MDB), Sandro Luciano Torres Araújo, o Dr. Sandro Araújo (PPS) e Eugênio Pacelli (DEM) serão os suplentes.

ENTENDA O CASO

A primeira Comissão Especial de Inquérito foi justificada com a auditoria atuarial, apresentada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) em janeiro deste ano, que apontou irregularidades nas três últimas gestões do executivo fabricianense (entre os anos de 2005 e 2016), relacionadas à PREVCEL. Neste caso, o levantamento apontou um acúmulo de déficit aproximado de R$ 37 milhões.

Já a segunda Comissão Especial recebeu a justificativa de que o fato de o Promotor de Justiça Dr. Francisco Ângelo afirmou durante entrevista coletiva a imprensa, que “o senhor Walmir Lage, como seu filho, estão hospedados em outras administrações públicas, como é o caso de Coronel Fabriciano”. O mesmo Promotor de Justiça garantiu que ocorreu crime por peculato, fraude em licitação e organização criminosa cometida por dez pessoas na cidade de Belo Oriente e que faz parte dos desdobramentos de investigação iniciada em dezembro de 2016. Nesta última fase das investigações, o Gaeco denunciou a empresa Lage & Lage Auditores e Consultores Associados.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *