EDITAL PARA PROGRAMA DE RESTAURAÇÃO FLORESTAL TRAZ BENEFÍCIOS PARA PRODUTORES RURAIS

Redação – A Fundação Renova vai lançar na próxima segunda-feira (5) o Edital de Adesão ao Programa de Restauração Florestal, que vai envolver produtores e produtoras rurais no trabalho de recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e nascentes ao longo da bacia do rio Doce. As inscrições vão até o dia 1º de dezembro deste ano.

O edital tem como objetivo recuperar 500 nascentes nas bacias dos rios Pontões, Suaçuí e Piranga entre os anos de 2019 e 2020 e 1.000 hectares de terras degradadas localizadas dentro de Áreas de Preservação Permanente (APPs) ou Áreas de Recarga Hídrica identificadas como prioritárias.

O analista de Programa Socioambiental da Fundação Renova, Felipe Drummond, esclarece que, em um primeiro momento, o edital vai contemplar áreas que estão dentro das sub-bacias dos rios Manhuaçu, Guandu, Pontões, Suaçuí e Piranga. “Nos próximos anos, serão lançados outros editais para contemplar diferentes bacias importantes para a recuperação do rio Doce”, afirma.

Poderão participar do edital todos os produtores e produtoras rurais que ocuparem, comprovadamente, imóvel rural localizado nas áreas abrangidas pelo edital; tiverem interesse em recuperar, no mínimo, 1 hectare de APP ou duas nascentes em sua propriedade; apresentarem a cópia do RG, CPF ou CNPJ (quando pessoa jurídica) e documento que comprove a posse da terra.

“Além disso, os interessados deverão disponibilizar o Cadastro Ambiental Rural [CAR] para verificação. Caso não tenham o CAR, eles deverão disponibilizar as informações necessárias para que a inscrição seja feita”, explica Drummond.

BENEFÍCIOS

Quem aderir ao edital vai receber benefícios, como apoio na inscrição do CAR, construção de bebedouros ou a disponibilização de uma área exclusiva para o gado (no caso de haver rios na propriedade) e o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), incentivo financeiro por no mínimo cinco anos.

Depois de identificadas as áreas a serem recuperadas dentro das propriedades, a Fundação Renova será a responsável por executar a restauração florestal, fornecendo insumos, mão de obra e assistência técnica.

“Representantes da Fundação Renova já estão se reunindo com os produtores rurais das regiões atendidas para reuniões de apresentação do programa, esclarecimento de dúvidas e deixando claro que o apoio do proprietário rural é essencial para conservar essas áreas”, destaca Felipe Drummond.

Outras informações sobre o programa, área de abrangência e o cronograma de cada etapa estão disponíveis no site da Fundação Renova (www.fundacaorenova.org).

Sobre a Fundação Renova

A Fundação é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, constituída com o exclusivo propósito de gerir e executar, com autonomia técnica, administrativa e financeira, os programas e ações de reparação e compensação socioeconômica e socioambiental para recuperar, remediar e reparar os impactos gerados a partir do rompimento da Barragem de Fundão, com transparência, legitimidade e senso de urgência.

A Fundação foi estabelecida por meio de um Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado entre Samarco, suas acionistas, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de uma série de autarquias, fundações e institutos (como Ibama, Instituto Chico Mendes, Agência Nacional de Águas, Instituto Estadual de Florestas, Funai, Secretarias de Meio Ambiente, dentre outros), em março de 2016.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *