Em Fabriciano, o Dia D de vacinação contra Influenza acontece no próximo sábado, 4 de maio

FABRICIANO – A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança da Saúde, realizar neste sábado, 4 de maio, o Dia D de Mobilização Nacional da Vacinação contra Influenza. Neste dia, todas as Unidades de Saúde da rede municipal estarão abertas para vacinar dos públicos prioritários da campanha e realizar a atualização do Cartão de Vacina. O funcionamento será das 7h30 às 16h30.

Até o último dia 26 de abril, apenas 5.048 pessoas procuraram o posto de saúde para receber as doses contra a gripe. O número corresponde 21,47% da população alvo da campanha, estimada em 23.507.  A meta é imunizar pelo menos 90% das pessoas que integram os grupos de risco neste ano de 2019.

Devem ser vacinadas contra a gripe: idosos; crianças de 6 meses e menores que 6 anos; gestantes e puérperas; trabalhadores da saúde;  professores de escolas públicas e privadas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis; jovens entre 12 e 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além da população indígena. Para receber a vacina contra a gripe, é necessário apresentar documento de identidade e cartão de vacinas para atualização.

DIA D NO COCAIS

O Dia de Mobilização no Cocais será realizado no dia 18 de maio, das 8h30 às 16h. Para os acamados, será disponibilizado um carro para transportar os pacientes até a Unidade de Saúde. Lembrando a necessidade de levar documentos de identificação e o cartão de vacina para atualização.

PREVENÇÃO

No final de Março foi registrado o maior número de mortes por H1N1 no Amazonas, com 24 óbitos, sendo 20 apenas em Manaus. Já em Belo Horizonte, cidade próxima ao município de Coronel Fabriciano, foi registrado o primeiro óbito por Influenza no mês passado.

Por isso, a coordenadora de Vigilância Epidemiológica e Imunização, Tatiana Cunha, reforça a importância da vacinação contra Influenza visando à saúde de todo o município. “Nós alertamos a população para se dirigirem as Unidades e se imunizem. A vacina é gratuita, segura e importante para a prevenção da doença e agravamento de quadros. Há pouco tempo passamos um surto de sarampo e não queremos que aconteça novamente, desta vez com a gripe H1N1”, explica.

De acordo com o Ministério da Saúde, os sintomas iniciais da Influenza começam com febre alta, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça, coriza, fadiga e tosse seca. Em casos mais graves, a gripe pode se apresentar com dificuldades respiratórias com necessidade de hospitalização e evoluir para óbito.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *