Câmara entrega kits de livros sobre a Constituição Federal para escolas públicas do município

Ipatinga – A Câmara entregou, na tarde desta segunda-feira (11), os livros Constituição em Miúdos e Constituição em Miúdos II da escritora Madu Macedo a oito escolas participantes do 1º ciclo de estudo da Constituição Federal no cronograma escolar.

A Constituição em Miúdos é uma publicação da Constituição Federal escrita numa linguagem mais acessível às crianças e aos adolescentes e que tem como intuito formar cidadãos mais conscientes de seus direitos e deveres.

A solenidade foi presidida pelo presidente da Câmara, vereador Jadson Heleno, e contou com as presenças do prefeito municipal, Nardyello Rocha, da secretária municipal de educação, Eva Sônia Rodrigues, da representante da Secretaria Regional de Ensino, Dalva Morais Gonçalves, e da autora dos livros, Madu Macedo.

Em seu discurso, o presidente Jadson agradeceu ao município e ao Estado, representando por profissionais das Secretarias Municipal e Regional, e frisou que “somente com o apoio dos Poderes é que poderemos estender o ensino da nossa Carta Magna a nossos estudantes. Me sinto feliz que todos estão entendendo a importância deste projeto e que os envolvidos não têm deixado de medir esforços para que o sonho de investir em cidadania se torne realidade”, disse o presidente.

Já o prefeito Nardyello reiterou que tudo aquilo que for bom para os alunos terá sempre o apoio incondicional do governo. “Compreendemos que este ciclo de estudo sobre a Constituição é muito importante e, por isso mesmo, não temos como ficar de fora”, comentou.

Já as representantes das Secretarias Municipal e Estadual de Educação, respectivamente a secretária Eva Sônia e Dalva Morais, explicaram que o conteúdo será incluso dentro de disciplinas já abordadas em sala de aula e que cada aluno das turmas de 5º e 9º anos receberão os livros e poderão, além de ler os conteúdos, tirar dúvidas com professores que foram capacitados para isso.

A escritora Madu Macedo, que doou os direitos dos livros ao Senado Federal, responsável pela impressão  das obras, explicou que o conteúdo que aborda a cidadania pode ser representado na matemática, quando o aluno tem que entender que certas matérias são aprovadas por 2/3 dos membros, em português, quando se aborda a interpretação do texto e o sentido das palavras, e assim por diante.

“Em todos os conteúdos, os professores podem abordar a Constituição. Nossa proposta é aprendermos sempre um pouco mais de deveres e direitos, porque sonhamos com cidadãos engajados e participantes do processo democrático”, disse Madu.

Após os conteúdos abordados em sala, as oito escolas que participam do projeto piloto escolherão, cada uma, três estudantes que irão disputar o 1º lugar geral na Gincana do Saber, no próximo dia 6 de dezembro.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *