Vereador Timotense requer que professores da rede municipal recebam cursos de primeiros socorros

TIMÓTEO – Foi lido em plenário na sessão Ordinária da Câmara Municipal de Timóteo, no último dia (02), o Projeto de Lei nº 4.119/2018 de autoria do vereador Fábio Campos Binha (PSB), que institui no âmbito do município a Lei “Lucas Begalli Zamora” que dispõe sobre a obrigatoriedade de curso de primeiros socorros para professores nas escolas e creches da rede municipal de ensino. O PL prevê ainda que todas as escolas públicas do município deverão manter em locais visíveis e de fácil acesso, um kit de primeiros socorros. A lei é uma homenagem ao aluno “Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, que veio a óbito  durante um passeio com alunos de uma escola particular em São Paulo. Ele engasgou com um pedaço de cachorro quente e faleceu por asfixia mecânica.

Para o vereador, o objetivo do projeto é instituir o curso de primeiros socorros com o propósito de ensinar aos professores, a maneira mais correta e segura para lidar com situações de emergências médicas que exijam intervenções rápidas, permitindo-lhes identificar os procedimentos mais adequados para cada caso. Capacitados, os profissionais de ensino, irão  exercer os primeiros socorros sempre que houver qualquer acidente nas escolas que exijam um atendimento imediato.

“Os primeiros socorros protegem a vítima contra maiores danos, até a chegada de um profissional de saúde especializado. Se todos soubessem noções básicas de primeiros socorros, muitas vidas poderiam ser salvas”, afirma o vereador.  Binha considera que com o curso, a grande maioria dos acidentes poderá ser evitada. “Com alguns conhecimentos simples, é possível diminuir o sofrimento, evitar complicações futuras e até mesmo salvar vidas”, concluiu o vereador Binha.

O Projeto de Lei de autoria do vereador Binha fará parte da pauta de votação do Legislativo Timotense do próximo dia 16, oportunidade em que os vereadores estarão se reunindo em nova sessão Ordinária.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *