PARALISAÇÃO DE ADVERTÊNCIA: Professores da rede municipal cruzam os braços em Timóteo

TIMÓTEO – Os professores da rede municipal de ensino de Timóteo estão realizando nesta sexta-feira (16), uma paralisação de advertência pelo cumprimento da lei 11738/08 que fixa o Piso Nacional do Magistério, o 1/3 da carga horária para atividades extraclasses, pela Revisão do Plano de Carreira e Estatuto do Magistério, pela Revogação do Decreto 4971 de 31 de dezembro de 2017 (editado em pleno domingo) que reduz o salário de professores, pela Eleição de Diretor conforme lei 3527 de 7 de fevereiro de 2017, pela prorrogação do concurso pelo prazo de 2 anos conforme previsto no Estatuto do Magistério, no Edital 001/2014 e na Constituição Federal.
O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Timóteo, Antônio Martins (Teteco), informou pela manhã, que a paralisação atinge 95% das escolas do município. Segundo ele, a categoria vem tentando de todas as formas administrativas a negociação das demandas da Educação e demais demandas dos servidores. Ele acredita que a  mobilização de toda categoria possa fortalecer a discussão de “nossa data base”.

Teteco informou ainda, que na parte da tarde desta sexta-feira, a partir das 17h, os professores farão uma concentração nas proximidades da Câmara e Prefeitura Municipal. O sindicalista informou, portanto, que a sessão Ordinária da Câmara Municipal prevista para as 19h, foi antecipada para as 18h, objetivando receber a categoria, que promete lotar o plenário do Legislativo.

Na Prefeitura de Timóteo, apesar do contato, não conseguimos retorno da secretária Municipal de Educação, Guaraciaba Martins.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *