Conselheiro da Usiminas discute situação da empresa na Aciapi-CDL

Ipatinga – Para apresentar a situação da Usiminas à classe empresarial da cidade, a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga promoveram um encontro com o conselheiro da Usiminas, Luiz Carlos Miranda, na manhã desta quarta-feira (18), na sede das entidades.

Conforme o conselheiro, ele se sente na obrigação de prestar contas acerca da empresa, que tem um grande destaque na sociedade, por isso que está se reunindo com trabalhadores, agentes comerciais e empresariais de Ipatinga nesses dias. “Nós tivemos um trimestre que não foi ideal. Esse ano não vai ser bom para a siderurgia em função do mercado. Só na Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações), devemos perder, em relação ao ano anterior, mais de R$ 1 bilhão. Então isso é um sinal vermelho, ou seja, uma preocupação para todos nós”, afirmou.

Apesar desse resultado, o conselheiro Luiz Carlos Miranda informou que trabalha para que a Usiminas consiga celebrar o acordo coletivo com os empregados antes do Natal, já que há quatros anos isso não é feito. “Eu tenho conversado muito com a diretoria da empresa para que isso ocorra antes do Natal, para que possa tranquilizar o trabalhador. Além disso, se nós conseguirmos antecipar o pagamento, corrigindo o salário, podemos ter no Natal uma injeção de mais de R$ 30 milhões na economia da cidade e região”, disse.

Relação direta

O presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, salientou a importância dessa preocupação com a situação da siderúrgica, que tem uma relação direta com todo o mercado de Ipatinga. “A Usiminas tem um impacto significativo em todo o comércio. Com isso, quanto mais ela cresça e aumente seu número de funcionários, melhor é para os lojistas e empresários, que contarão com mais pessoas em melhores condições financeiras para fazer compras no mercado”, afirmou.

Representação

Já o presidente da CDL de Ipatinga, Amaury Gonçalves, destacou o cuidado que Luiz Carlos Miranda tem com a Usiminas e sua disponibilidade em repassar essas informações para a sociedade. “Ele realmente faz parte da história da Aciapi-CDL. Tem uma atuação muito forte, não só aqui, mas junto com todas as entidades do Vale do Aço. Precisamos muito dessas prestações de conta para sabermos o que está acontecendo com uma das principais empresas da cidade e da região”, pontuou.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *