Alunos do Unileste realizam exposição de fotos no campus Fabriciano

FABRICIANO – Até o dia 13 de abril, o hall do bloco B do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste), campus Coronel Fabriciano, recebe exposição de fotos do projeto “Dupla Exposição”, idealizado pelos alunos Lara Andrade Lopes, do curso de Publicidade e Propaganda, e Caio César Caldeira Moura, de Engenharia Mecânica. Ambos são atuantes na área fotográfica com o desenvolvimento de projetos autorais.

De acordo com a aluna Lara Lopes, o trabalho Dupla Exposição consiste em mesclar atividades de fotógrafos do Vale do Aço que estão dispostos a levar suas fotografias para as ruas, praças, parques e outros lugares, visando difundir a arte na Região de forma simples e interativa.  “Trata-se de exposições em conjunto, que abre espaço para diferentes leituras e interpretações”, comenta.

O projeto

A Dupla Exposição é um efeito em que duas cenas diferentes são mostradas na mesma fotografia, isto é, são sobrepostas. Nas câmeras analógicas, quando o filme não é girado corretamente, a câmera registra duas fotos no mesmo espaço do negativo. Este “problema”, muitas vezes, gera um resultado bonito e inusitado, sendo considerado como uma técnica na fotografia para a criação de imagens surrealistas. A exposição é aberta ao público.

Atendimentos gratuitos para Declaração de Imposto de Renda no Unileste

O Núcleo de Assistência Contábil e Fiscal – NAF, projeto de extensão desenvolvido pelo Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste), realiza serviços gratuitos à comunidade para Declarações de Imposto de Renda de Pessoa Física (DIRPF 2018). O Núcleo funciona de segunda a sexta-feira, no campus Coronel Fabriciano. Os contribuintes têm até o dia 30 de abril para enviar documento à Receita Federal.

Além de proporcionar aos alunos do curso de Ciências Contábeis o contato com a prática profissional, para o professor Jens Erik Hansen, responsável pela supervisão das atividades, a iniciativa “facilita os trâmites para aqueles cidadãos que têm obrigação de declarar os impostos por terem recebido rendimentos tributáveis cuja soma anual ultrapassou os R$ 28.559,70”, conta.

Neste ano, estão obrigados a declarar também quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil, assim como quem teve a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil, e quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na transferência de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas, dentre outros itens.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *