Sem fiscalização, Copasa bagunça a cidade e o cidadão paga as contas

TIMÓTEO – Sem uma fiscalização efetiva da Prefeitura de Timóteo em todos os sentidos, principalmente do setor de trânsito, a Copasa vem transformando as ruas da cidade em um verdadeiro “tabuleiro de Pirulito”. Ela perfura o solo, remenda de qualquer maneira e fica por isso mesmo.

Na manhã desta quinta-feira (25), motoristas que necessitavam transitar nas proximidades da Feira do Timirim, encontraram dificuldades. Um “PV” logo na rua de acesso a Feira, via que também reside o prefeito Geraldo Hilário e o vereador Geraldo Moreira Nanico, complicou a vida dos motoristas, que falavam em cobras e lagartos da organização da cidade.

Se a prefeitura não jogar pesado com a Copasa, a população continuará pagando pela recomposição do pavimento onde a empresa provoca os danos. Vale lembrar  que o slogan do prefeito: “primeiro as pessoas”, deixa a desejar, porque não se sabe em que as pessoas estão em primeiro lugar, visto que neste aspecto particular, a Copasa faz a bagunça e a conta continua sobrando para o cidadão, que já arca com IPTU e uma taxa de esgoto fantasma e vitalícia, sem que o serviço de tratamento do esgotamento seja prestado. Pronto Falei!

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *