Promoção concedida a um grupo de servidores da PMT está gerando polêmica. Sinsep está apurando o caso

TIMÓTEO – Cerca de 1.600 servidores públicos da Prefeitura de Timóteo estão na bronca com o ex-prefeito Geraldo Hilário Torres (PP), após a descoberta de documentos que indicam um ato promocional de cargos para um grupo de servidores, celebrado nos últimos dias de governo, anterior ao processo de cassação do mandato. Uma questão ainda mais grave vem sendo apurado: se o benefício concedido foi dado de forma retroativa.

Segundo consta na denúncia de alguns servidores encaminhada ao JBN, o ex-chefe do Executivo Municipal, talhou a sua gestão com um bordão – “primeiro as pessoas”, que deveria ser modificado para: “primeiro algumas pessoas”. “Geraldo Hilário Torres, que tanto pregou a valorização do servidor, concedeu 140 promoções no apagar das luzes do seu mandato, deixando a margem do procedimento outros 1.600 trabalhadores, que também tinham o mesmo direito”, argumentou um servidor que pediu para não ser identificado.

O mesmo servidor cobra do ex-prefeito explicação sobre quais critérios foram concedidas estas promoções e por que não estendeu o benefício a toda categoria.

O ex-prefeito Geraldo Hilário não foi encontrado para responder a indagação da servidora, mas o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Timóteo (Sinsep), Antônio Martins, o Teteco, disse que a entidade também foi surpreendida com a descoberta. O sindicalista afirmou ao JBN, que na próxima semana o sindicato estará chamando a categoria para uma assembleia, onde o assunto será debatido e extraído encaminhamentos.

 

Compartilhe em suas redes sociais

2 thoughts on “Promoção concedida a um grupo de servidores da PMT está gerando polêmica. Sinsep está apurando o caso

  • 11 de junho de 2018 em 10:13
    Permalink

    Falou, falou e não falou nada! Matéria sem nenhum embasamento, palavra jogadas ao vento. Seria um oportunismo, só porque as eleições estão aí e o JBN está querendo clicks??? Nosso tempo é tão valioso, portanto nos poupe de entrar e não ver conteúdo algum. Sucesso pra vocês!

    Resposta
    • 14 de junho de 2018 em 12:08
      Permalink

      Breno, bom dia.
      Nossa pauta de trabalho é feita a partir da sugestão dos nossos 35 mil leitores diários. A matéria a que sugere o seu comentário e crítica, tem fundamento nas informações oferecidas e checadas junto ao sindicato da categoria. A visualização do nosso trabalho vem do compromisso da informação e que nem sempre conseguimos angariar as mesmas em 100% como vc gostaria. Não por incompetência da nossa parte, mas por falta de respeito do poder público para com a sociedade. Além do mais, a obrigação de fiscalizar e oferecer à população uma prestação de contas dos atos da administração pública cabe à Câmara de Vereadores. A imprensa é apenas um instrumento na divulgação fatos, que talvez não satisfaça um leitor exigente igual a vc.
      A disposição.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *