Indústria da Multa: Comerciante afirma que convênio entre Prefeitura e Polícia Militar prejudica o comércio de Fabriciano

FABRICIANO – Os comerciantes do centro de Coronel Fabriciano estão indignados com o que estão chamando de “indústria das multas”. Segundo eles, após parceria celebrada entre Prefeitura e Polícia Militar a situação ficou insustentável. Eles disseram que os clientes estão correndo do centro porque a Polícia Militar está multando sem dó e sem piedade.

Nas redes sociais a denuncia de uma proprietária de loja, revoltada, resume o que a maior parte dos comerciantes pensa sobre o assunto. Segundo a mulher que fez declarações em vídeo, os comerciantes neste mês de dezembro estão perdendo vendas, as contas estão acumulando e a Prefeitura que recebe “nossos impostos” conspira contra todos nós.

“Justamente no mês em que investimos em nossos estoques para aumentarmos o nosso faturamento, aparece uma situação deste tipo. Agora eu pergunto: quem vai pagar as nossas contas?”, desabafou a comerciante, apontando como culpado da situação o prefeito Marcos Vinicius, que não “teve a sensibilidade para entender até hoje a dificuldade de quem gera emprego e renda na cidade”.

FAIXA AZUL

Outra reclamação dos comerciantes está relacionada na atuação dos operadores do Faixa Azul. Segundo eles, apesar de serem poucos operadores, o Sistema Rotativo funciona bem, mas com o aumento do fluxo de veículos, falta cobertura dos operadores, no momento em que o motorista chega para estacionar. “É neste intervalo, talvez até nos 10 minutos de tolerância, que aparece a Polícia. O motorista não está negando pagar o estacionamento. Em dias normais, o operador faz a notificação, coloca no para-brisa para que o proprietário possa fazer o pagamento assim que retornar”, informa Marco Antônio Brás, multado na Rua Pedro Nolasco enquanto fazia compras no calçadão.

ACICEL

A Associação Comercial, Industrial e de Prestação de Serviços de Coronel Fabriciano (Acicel), a Guarda Mirim, a Polícia Militar e a Prefeitura de Coronel Fabriciano trabalharão em conjunto para facilitar o acesso ao comércio de Coronel Fabriciano, permitindo que os consumidores façam suas compras com tranquilidade, usando o estacionamento rotativo.

“Queremos que os consumidores venham fazer suas compras em Coronel Fabriciano,  encontrem vagas de estacionamento e circulem com tranquilidade. O comércio da nossa cidade é uma excelente opção para compras e a questão do estacionamento precisa ser facilitada através da rotatividade” enfatizou o presidente da Acicel-CDL de Coronel Fabriciano, Ismá Canedo Campos.

O QUE DISSE O PREFEITO

Para o prefeito Marcus Vinicius, “o ordenamento do trânsito e a gestão eficiente do estacionamento público são fundamentais para a mobilidade urbana. Temos em nossa cidade, o que há de mais moderno na gestão do estacionamento rotativo e nós queremos que a população use de forma adequada as vagas que são disponibilizadas permitindo que mais pessoas tenham acesso ao nosso comércio para fazerem suas compras. Não é justo que as pessoas venham fazer suas compras e não encontrarem vagas, todos têm direitos iguais”.

BASE DO CONVÊNIO

Com o convênio firmado entre a Prefeitura e a Polícia Militar em maio deste ano, a gestão do trânsito ficou a cargo da Patrulha de Trânsito que passará a atuar na fiscalização do uso irregular das vagas do estacionamento rotativo a partir da próxima semana.

“Em Coronel Fabriciano percebemos a cultura do desrespeito ao trânsito, o uso indevido das vagas de estacionamento e outras infrações do gênero. A fiscalização não acontecia por falta de estrutura e de efetivo, mas, a partir do convênio firmado com a Prefeitura, a Polícia Militar assumiu este papel. A vantagem da Patrulha de Trânsito é que além da atuação no ordenamento do trânsito, ela ajuda a coibir e reduzir a criminalidade. Ela faz também à parte educativa promovendo palestras em escolas e entidades, campanhas de orientação do trânsito e blitz educativas”, declarou o Capitão Alex, Comandante da 178ª Cia da Polícia Militar que é responsável pela Patrulha do Trânsito de Coronel Fabriciano.

VEJA MAIS SOBRE O CONVÊNIO

Compartilhe em suas redes sociais

2 thoughts on “Indústria da Multa: Comerciante afirma que convênio entre Prefeitura e Polícia Militar prejudica o comércio de Fabriciano

  • 9 de dezembro de 2018 em 22:45
    Permalink

    A cidade é pobre tem um mercado pobre poucas lojas e esse prefeito incompetente deveria olhar primeiro os buracos, ruas cheias de mato, você estaciona em frente ao banco do Brasil e não consegue abrir a porta esquerda do motorista devido altura da calçada, isso é o mínimo de exemplo. Pra mim esse prefeito não serve nem pra síndico do floresta. Volta Chico!

    Resposta
    • 10 de dezembro de 2018 em 08:03
      Permalink

      O Chico e outro da mesma Kai deste Marcos Vinicius, temos que trazer um nome novo pra Coronel Fabriciano.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *