FEBRE AMARELA: Com caso suspeito, população da Regional Leste recebe vacinação nesta quarta-feira

A Regional Leste da cidade de Timóteo [em estado de alerta] é composta pelos bairros Alegre, Nova Esperança, Santa Terezinha, Limoeiro, Recanto Verde, Alphaville e Macuco. O secretário de Saúde de Timóteo, César Luz, falará pela primeira vez no assunto nesta quarta-feira, na UBS do Bairro Recanto Verde, onde a estratégia de vacinação terá início.

TIMÓTEO – A Secretaria Municipal de Timóteo recebeu nesta terça-feira (06) uma notificação da Superintendência Regional de Saúde de Coronel Fabriciano (SRS) de um caso suspeito de Febre Amarela Silvestre, que ainda poderá ser confirmado ou descartado por meio de exames laboratoriais. O paciente encontra-se internado em um hospital da região e o quadro dele é estável. Na última semana, o JBN publicou uma matéria com exclusividade, apontando os riscos de possíveis casos de Febre Amarela na Regional Leste da cidade. A matéria caiu como uma bomba na Secretaria Municipal de Saúde, uma vez que a pasta não tinha conhecimento dos números apresentados pelo jornal.

Com a notificação do caso suspeito, o Município de Timóteo passa a seguir novas orientações que são previstas na Nota Técnica 02/2018, que recomenda a realização de vacinação “prioritariamente, nos domicílios e peri domicílios dos casos suspeitos”, sendo feita “casa a casa”, com a verificação do  cartão de vacinação dos moradores.

Na reunião, a SRS comprometeu-se a fornecer as doses necessárias para o Bloqueio Vacinal que será realizado na Regional Leste.

Diante da notificação, a SMS de Timóteo apresentou um Plano de Ação para a equipe técnica da SRS, que validou a intervenção proposta para a Região Leste do município, compreendendo os seguintes bairros: Nova Esperança, Alegre, Santa Terezinha, Limoeiro, Recanto Verde, Alphaville, Recanto do Sossego e Macuco, onde existe o maior número de casos já registrados de Dengue e Chikungunya.

O secretário municipal de Saúde, César Luz, afirma que somente podem receber doses da vacina contra a Febre Amarela quem ainda não foi vacinado, pois a revacinação desnecessária pode gerar graves efeitos colaterais, havendo, inclusive, o registro frequente de óbitos. Segundo ele, é importante que, no momento da visita da equipe de saúde às residências na Região Leste, seja apresentado os cartões de vacinação dos moradores.

Para acelerar os trabalhos do Bloqueio Vacinal, será criada uma Equipe de Vacinação Volante para a Unidade de Saúde da Família (USF) do Recanto Verde e será oferecido horário estendido de vacinação para as USF do Limoeiro, Alegre e Macuco.

Também será realizado um trabalho de notificação para as empresas do Distrito Industrial, para que convoquem seus empregados que ainda não tenham sido vacinados. Para acelerar os trabalhos, serão deslocados 34 Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de outras regiões e 06 Agentes de Combate à Endemias (ACE).

Na reunião, a SRS comprometeu-se a fornecer as doses necessárias para o Bloqueio Vacinal que será realizado na Regional Leste.

A Secretaria Municipal de Saúde já havia entregue para os profissionais de todas as unidades de saúde do município Manual do Manejo Clínico para o atendimento aos pacientes suspeitos de Febre Amarela.

No início de 2017, durante a campanha de vacinação contra a doença realizada por orientação da Secretaria Estadual de Saúde, Timóteo aplicou o maior número de vacinas do Vale do Aço, proporcionalmente à sua população, totalizando 48.308 doses, com vacinação casa a casa nas áreas rurais, em creches, escolas e empresas do Município, além de disponibilizar Postos Volantes de Vacinação em vários pontos da cidade. Mais recentemente, Timóteo implantou o Comitê Interinstitucional de Enfrentamento às Arboviroses.

CLIQUE E VEJA MATÉRIA RELACIONADA: A REGIONAL LESTE DE TIMÓTEO ENTROU EM ESTADO DE ALERTA, COM 415 NOTIFICAÇÕES DE DENGUE E CHIKUNGUNYA

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *