Conselheiras do “CMDM” reivindicam acolhimento prioritário às vítimas de violência

O secretário de Saúde Eduardo Morais recebeu pessoalmente as conselheiras do CMDM

TIMÓTEO – A Secretaria de Saúde de Timóteo recebeu a visita de representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) na tarde desta segunda-feira (10). A agenda foi solicitada pelas conselheiras para propor maior integração da saúde pública à rede de atendimento às vítimas de violência.

O secretário de Saúde Eduardo Morais se prontificou a atender as solicitações de forma prioritária. “Estamos aguardando funcionários aprovados no processo seletivo para assumirem os postos de trabalho na secretaria. Entendemos a importância do acolhimento adequado para evitar a exposição das vítimas e garantir os seus direitos”, frisou Morais.

As conselheiras chamaram a atenção para a notificação compulsória de todos os tipos de violência que chegam às unidades de saúde. A ficha padrão (Ficha de Notificação/Investigação Individual de Violência Doméstica, Sexual e/ou outras Violências) do Ministério da Saúde deve ter todos os campos preenchidos como a finalidade de formar um banco de dados para nortear o desenvolvimento de políticas públicas.

As vítimas de ato sexual não consentido devem receber atendimento humanizado e imediato. O atendimento na rede pública de saúde (SUS) ou na rede privada, de acordo com a lei, deve ser feito independentemente da apresentação de boletim de ocorrência ou de outros documentos que comprovem o abuso sofrido.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *