Fabriciano remove veículos abandonados em vias públicas

FABRICIANO – A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança de Obras e Serviços Urbanos e a Gerência de Mobilidade Urbana, Transporte e Trânsito, e em parceria com o 58° Batalhão da Policia Militar, realizou nessa terça-feira, 27, uma operação para o recolhimento de veículos abandonados em vias públicas.

A primeira ação do ano foi realizada em cinco bairros da cidade: Silvio Pereira I, Amaro Lanari, JK, Bom Jesus e Santa Cruz. Conforme a Legislação Municipal, Lei 3.554, de 14 de julho de 2010, o município é autorizado a recolher, para o pátio da Polícia Civil, veículos abandonados ou estacionados há mais de 72 horas em vias públicas. Atualmente a prefeitura tem o registro de 15 veículos nessa situação, sendo que 3 já foram apreendidos. O departamento de trânsito reforça que os carros abandonados atrapalham o trânsito, pois muitas vezes são deixados em locais proibidos, abrigando animais e contribuindo para o aumento dos focos do Aedes Aegypti em períodos chuvosos, além de servirem como pontos de criminalidade.

A Gerente de Mobilidade Urbana, Transporte e Trânsito, Graziella Pires, garante que outras ações serão realizadas, “Ao longo do ano, outras operações como essa serão feitas mediante a novas denúncias. Estamos atentos à essas situações na cidade e agiremos, sempre que necessário, para minimizar a quantidade de veículos abandonados nas vias”, afirma Graziella.

Conforme o Secretário de Governança de Obras e Serviços Urbanos, Nelson Diniz, além de ter um impacto no trânsito, essa é uma ação que contribui para outras áreas.  “Essa operação tem consequências no trânsito porque estes veículos estão ocupando áreas indevidas, contribui também para área de segurança pública, e contribuiu para a área da saúde evitando a proliferação de doenças”, explicou.

DENÚNCIAS

Denúncias de veículos abandonados são feitas na Gerência de Mobilidade Urbana, Transportes e Trânsito, pelo número 3846-7753. Após a denúncia, os agentes de trânsito vão até o local, identificam o proprietário do veículo e o adverte dando um prazo para a retirada do veículo. Caso não seja retirado, a Polícia Militar entra em ação e o veículo é então, guinchado.

Para a retirada do pátio da Policia Civil, o proprietário do veículo deve pagar as despesas do guincho e demais gastos com a remoção.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *