Cidades do Vale do Aço com menos veículos nas ruas

TIMÓTEO – Após oito dias de paralisação promovida pelo setor rodoviário de combustíveis contra o aumento do óleo diesel, todos os postos de Timóteo, Fabriciano e Ipatinga ficaram sem combustíveis. Por isso, na tarde desta terça-feira (29) a frota de veículos circulando nas  ruas das cidades  ficou  reduzida em mais de 50%.

Quem foi para o trabalho depois do meio dia e retornou no período da tarde sentiu uma grande diferença, horários que deveriam ser de grande movimentação, estava parado, parecendo um dia de domingo, com pouco carro circulando. “Eu mesmo fui para o trabalho de ônibus com o meu filho, não sabemos até quando ficaremos sem combustíveis”, disse Antônio dos Santos.

“Está estranho, nem parece que hoje é terça-feira. Eu só rodei até o meio dia, deixei o meu carro na garagem para uma emergência. Não tem como trabalhar, você corre o risco de ficar no prego”, afirmou um taxista que não quis se identificar.

Alguns caminhões que transportam os combustíveis para as cidades do Vale do Aço e Região Metropolitana  estão parados desde a última semana.

A greve dos caminhoneiros iniciou pelas altas consecutivas no diesel, e o prazo para seu término por completo ainda se arrasta. O fluxo normal das estradas, conforme informou a Policia Rodoviária Federal, deverá ser retomado em um período de oito a dez dias.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *