sábado, março 2, 2024
CidadesDestaques

Edital da Cemig para projetos sociais voltados à população idosa recebe inscrições até o dia 14/7

REDAÇÃO – Com o objetivo de fortalecer e ampliar as diferentes ações voltadas para os idosos em Minas Gerais, a Cemig destina, anualmente, recursos para várias instituições no estado que desenvolvem projetos de atenção e proteção a essa população. Todas essas entidades são selecionadas por meio de chamada pública. O edital ainda está disponível e recebe as inscrições dos projetos interessados até as 18h da próxima sexta-feira (14/7).

Para participar e pleitear a destinação de incentivos da Cemig, os projetos sociais voltados à população idosa devem estar devidamente aprovados nos Fundos Nacional, Estadual ou Municipal do Idoso. Somente serão considerados para análise da Cemig os projetos que tenham sido selecionados pelos respectivos conselhos, conforme previsto na Lei Federal 13.019, de 31 de julho 2014. As propostas voltadas para esse público devem possuir o certificado válido de autorização para captação, que é concedido pelo conselho do idoso. Além disso, devem estar aptos a receberem recursos em 2023 e autorizados pelo conselho local como destinatários da doação.

A quantidade de projetos selecionados e o valor a ser repassado a cada um dependerá da avaliação e da classificação de cada proposta nas etapas de seleção previstas no edital. Vale destacar que cada projeto poderá ser cadastrado somente uma vez durante toda a vigência da chamada pública.

Mais detalhes sobre as inscrições podem ser obtidos no site da Cemig, no endereço www.cemig.com.br. Dúvidas sobre o edital e sobre o formulário devem ser enviadas para o e-mail: idoso@cemig.com.br.

Ações regionalizadas

Nos últimos quatro anos, a Cemig destinou mais de 14 milhões de reais para projetos voltados à população idosa, impactando positivamente a vida de quase 30 mil idosos em Minas Gerais. Foram cerca de 40 instituições que receberam o incentivo da Companhia, de maneira a contribuir para o desenvolvimento das diferentes iniciativas nas várias regiões do estado.

O gerente de Sustentabilidade da Cemig, Adiéliton Galvão de Freitas, destacou a importância desse tipo de iniciativa para o resgate social da população idosa. “O aporte da Companhia em projetos voltados para os idosos no estado busca contribuir para a estruturação e consolidação da rede de apoio que atende essa população. No entanto, mais significativo do que os valores aportados, são os benefícios alcançados”, ressaltou.

O Lar São Geraldo, em Crucilândia, na RMBH, é uma das instituições beneficiadas pelos recursos destinados via chamada pública da Cemig. Pelo processo, foi possível reformar, reestruturar espaços e adquirir novos equipamentos para atividades e exames no local, por meio do projeto contemplado pela ação da companhia, chamado “Lar Doce Lar”. A instituição é uma das cinco unidades que integram a Associação dos Protetores das Pessoas Carentes (Assopoc).

A vice-presidente da Associação, Elaine Coelho, destacou a parceria com a Cemig e reforçou que o apoio da empresa sempre foi fundamental para que a instituição de longa permanência de idoso pudesse proporcionar mais qualidade do tempo de vida, por meio do cuidado, do acolhimento, atenção, lazer e um espaço aconchegante. “A Assopoc só existe por causa das parcerias e da colaboração de todos. Ela é uma rede social. Nós, enquanto cidadãos e gestores, vamos nos unindo e construindo em benefício de todos. É uma luta muito grande e um compromisso imenso. Mas é muito bom saber que nós não estamos sozinhos”, enfatizou.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *