Usiminas formaliza compromisso com o MPMG

IPATINGA – A Usiminas assinou nesta segunda-feira (24/5) com o Ministério Público do Estado de Minas Gerais, Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) relativo ao colapso do Gasômetro da Usina de Ipatinga em agosto de 2018. A solenidade contou com a participação do procurador-geral de Justiça, Jarbas Soares Júnior, do presidente da companhia, Sergio Leite, do vice-presidente Industrial da Usiminas, Américo Ferreira Neto, além do coordenador do Caoma (Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente), Carlos Eduardo Ferreira Pinto e do promotor de Ipatinga, Rafael Pureza.

“Em toda a sua história, a Usiminas demonstrou comprometimento com as comunidades e com as pessoas, sendo uma referência por sua atuação social. Temos consciência dos impactos gerados pela atividade siderúrgica, assim como acreditamos na construção de soluções conjuntas, pautadas pelo respeito e pelo diálogo. A atividade industrial traz consigo benefícios importantes, como a geração de emprego, renda, tributos e desenvolvimento. Seguiremos trabalhando para ampliar cada vez mais esses benefícios, ao mesmo tempo que buscamos minimizar os impactos, gerando valor para as comunidades onde estamos presentes”, avalia Sergio Leite.

No documento, a empresa assume o compromisso, entre outras ações, com a implementação de um programa de Compliance Ambiental, com o objetivo de prevenir e mitigar riscos, desconformidades e danos ambientais e com a destinação de recursos da ordem de R$ 4,5 milhões a projetos de interesse socioambiental cadastrados na Plataforma Semente a serem desenvolvidos no município de Ipatinga. Está prevista, ainda, a implementação de um Plano de Ação de Emergência que identifique riscos potenciais para a integridade física dos colaboradores, da população e do meio ambiente, bem como a implementação de barreiras de segurança por ocasião da retomada das operações do equipamento.

“O novo gasômetro está no estado da arte no que se refere à recuperação de gás de aciaria e também segurança. Incorpora as mais novas tecnologias e aprendizados fornecidos por empresas referências mundiais no segmento, como a SteelPlantech e Motherwell. O equipamento traz ainda novas barreiras preventivas identificadas por meio de técnicas de análise de riscos, com suporte da Det Norske Veritas (DNV), especializada em no tema e com 150 anos de atuação, responsável por uma avaliação de conformidade”, explica Américo Ferreira Neto, vice-presidente Industrial da Usiminas.

Atuação Sociambiental

A Usiminas é uma empresa com 59 anos de operação que, ao longo dos anos, se tornou referência na atuação social, especialmente por meio da Fundação São Francisco Xavier e do Instituto Usiminas, e vem dando importantes passos na sua agenda de sustentabilidade. No ano passado, entre diversas outras ações na área ambiental, a empresa inaugurou a Central e a Rede de Monitoramento de Emissão de Particulados, uma iniciativa pioneira entre as indústrias siderúrgicas brasileiras. Na Central é realizado o monitoramento contínuo da operação da usina de Ipatinga e a checagem de toda a unidade com o apoio de mais de 30 câmeras e dos dados coletados por rede interna, permitindo uma ação imediata de medidas em caso de ocorrências fora da normalidade.

Já a Rede Automática de Monitoramento de Particulados (Ramp) é composta por 31 pontos de captação de dados instalados no entorno do Pátio de Carvão, Coquerias, Sinterização, Altos-Fornos e Aciaria que permitirão identificar as fontes das principais emissões na planta com dados enviados on-line para o sistema de gestão.

A Usiminas também formalizou, recentemente, sua adesão ao Pacto Global da ONU (Organização das Nações Unidas). A iniciativa é um compromisso proposto pela Organização para estimular as empresas a alinharem sua atuação de modo a promover o crescimento sustentável, estimulando a sociedade a atingir objetivos de desenvolvimento sustentável até 2030.

A companhia tem, ainda, atuação social destacada, principalmente, por meio da Fundação São Francisco Xavier (FSFX) e do Instituto Usiminas. A Fundação é responsável pela gestão de cinco hospitais, referências em suas regiões e com a maior parte dos atendimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde. Já o Instituto Usiminas faz a gestão de apoios e patrocínios a iniciativas sociais, culturais, educacionais e esportivas nas localidades onde a companhia está presente. Em 2020, a Usiminas, por meio do Instituto, destinou R$ 24 milhões a 80 iniciativas por meio das leis de incentivo à Cultura e ao Esporte, Fundo Nacional do Idoso, Pronas (Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência) e Pronon (Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica) em Minas Gerais e São Paulo.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *