Prefeito de Ipatinga busca subsídios em Clínica Escola do Autista para implantação no município

O prefeito Gustavo Nunes visitou pela segunda vez a Clínica Escola do Autista no município de Itaboraí, no Rio de Janeiro.

IPATINGA – Consciente da importância do apoio do poder público para socorrer as famílias que têm pessoas com este tipo de dificuldade, a causa do Transtorno do Espectro do Autista tem recebido uma atenção especial da atual administração de Ipatinga.

Além de ter endossado recentemente, com diversas ações de seu governo, uma legislação com origem na Câmara de Vereadores relacionada ao assunto, nesta quarta-feira (9) o prefeito Gustavo Nunes visitou pela segunda vez a Clínica Escola do Autista no município de Itaboraí, no Rio de Janeiro, agora acompanhado de assessores das áreas de saúde e educação e um representante do Legislativo.

A visita teve como objetivo conhecer um pouco mais sobre a estrutura em funcionamento na cidade, um dos bons exemplos no país, e aprofundar-se nas técnicas utilizadas pela instituição para implantação do mesmo modelo na rede local de atendimento.

De acordo com o prefeito de Ipatinga, a defesa da causa do autista é algo de grande importância para a cidade, tendo em vista também o representativo número de pessoas afetadas pelo transtorno e a necessidade da rede pública de prestar uma assistência especializada às famílias. “A escola de Itaboraí é referência no tratamento e ensino. O projeto que assiste estudantes autistas servirá de modelo para implementação de iniciativas semelhantes em Ipatinga”, assegurou.

A intenção de instalação do modelo da clínica-escola em Ipatinga é proporcionar maior e melhor acolhimento às famílias dos autistas. Para que se tenha ideia da gravidade do problema, a cada ano são diagnosticados mais de 150 mil novos casos em todo o país.

No espaço visitado pelo prefeito e comitiva foi possível acompanhar as rotinas terapêuticas e educacionais, que ajudam a promover a inclusão dos autistas na sociedade.

Estiveram presentes na agenda a secretária de Educação, Patrícia Avelar; a secretária adjunta da Saúde, Glennia Louback, e o vereador de Ipatinga, Daniel Guedes (PSD), também um defensor da causa.

Estrutura

Fundada em 2014, a unidade Clínica Escola do Autista possui atualmente 185 alunos/pacientes inscritos em diversas modalidades terapêuticas, como psicologia, fisioterapia, psicopedagogia, fonoaudiologia, terapia ocupacional e também com acompanhamento nutricional, assistência social e neurológica. Cada atendimento é personalizado, segundo as necessidades de cada um dos assistidos.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *