sexta-feira, março 1, 2024
DestaquesSaúde

Departamento de Vigilância em Saúde, estará realizando o  LIRAa 2021, entre os dias 18 a 20/10

TIMÓTEO – A Secretaria de Saúde e Qualidade de vida, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, estará realizando o  LIRAa 2021, entre os dias 18 a 20 de outubro. O Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti  (LIRAa) consiste em um método simplificado para obtenção rápida de indicadores entomológicos e permite conhecer a distribuição do vetor Aedes aegypti , em cada localidade. 

Coordenada pelo setor de Controle de Zoonoses, a atividade do LIRAa fornece informações referentes a quantidade e o tipo de recipientes inspecionados, ou seja, locais que apresentam água, e que podem servir como criadouros para reprodução do Aedes aegypti. Esses dados auxiliam o município a discutir e direcionar ações para áreas apontadas como críticas, além de avaliar as atividades desenvolvidas, o que possibilita a otimização de recursos humanos e materiais disponíveis.

O último LIRAa realizado em março de 2021, apontou um índice de 3,8 %, dado este considerado de médio risco. É importante destacar que índice classificado como médio risco favorece a ocorrência de surtos ou epidemias das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti (dengue, zika, chikungunya e febre amarela).

“Com essa situação, a partir dos dados levantados, naqueles locais onde houve resultados elevados foram programadas intervenções pontuais de rastreio de casos notificados como: bloqueio de transmissão, mutirão de coleta de inservíveis e intensificação de ações em outras áreas de risco médio e alto. E não houve nesse período número elevado de notificações”, explica a gerente de Vigilância em Saúde, Madalena Rodrigues de Oliveira. Ela reforça que, apesar da Secretaria de Saúde ter agido de forma eficiente para evitar o surto da doença, é fundamental a participação da população no combate à dengue, pois a maioria dos focos continua sendo encontrado nas residências.

O plano amostral do LIRAa determina que sejam sorteados quarteirões e dentro dos quarteirões os imóveis, durante a visita do agente. Tal procedimento permite menor concentração de imóveis nos quarteirões sorteados. A área urbana do município de Timóteo foi dividida em três estratos que apresentam características sócio-ambientais semelhantes, a fim de se obter uma homogeneidade de cada estrato e facilitar as ações de controle vetorial pós-LIRAa. No total, serão vistoriados 50 bairros/localidades.

O passo seguinte é a retirada de uma amostra independente, devendo, dentro dos quarteirões selecionados, serem inspecionados 20% dos imóveis. Essa estratificação possibilita um maior detalhamento do Índice de Breteau, que é mais comumente utilizado e que leva em consideração a relação entre o número de recipientes positivos e o número de imóveis pesquisados. Já no Índice Predial determina o percentual de edifícios positivos (com a presença de larvas de A. aegypti).  “Através destes indicadores (Indice Predial e de Breteau) torna-se possível nortear as ações de controle para áreas de maior risco dentro do município”, expõe a gerente.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *