Nesta sexta-feira, governador Romeu Zema entregou mais dez respiradores em Fabriciano

O presidente da Câmara de Fabriciano, Adriano Martins; o secretário estadual de saúde, Carlos Eduardo;  o superintendente regional de Saúde de Coronel Fabriciano, Ernany de Oliveira Junior; o governador Romeu Zema; Diretor-geral da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (ARMVA), João Luiz Teixeira Andrade; o prefeito de Coronel Fabriciano, Marcus Vinícius da Silva; a Secretária Municipal de Saúde e diretora do Hospital, Kátia Barbalho Diniz Costa.

Fabriciano – Com a presença do prefeito Dr. Marcos Vinicius; do presidente da Câmara Adriano Martins; da Secretária de Saúde Kátia Barbalho, o governador Romeu Zema entregou, nesta sexta-feira (24/7), em Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, dez respiradores para equipar o Hospital Dr. José Maria de Morais. Os aparelhos vão possibilitar a abertura de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para ampliar a capacidade de atendimento a pacientes da covid-19 no município e região.

Ao todo, o Governo de Minas já destinou a Coronel Fabriciano 19 respiradores e sete monitores multiparâmetros para auxiliar no enfrentamento ao coronavírus na cidade. Em todo o estado, foram adquiridos 1.047 respiradores que estão sendo repassados aos municípios.

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo e o governador Romeu Zema

Garantia de assistência

Durante a entrega nesta sexta-feira, o governador lamentou os óbitos causados pela pandemia e reforçou o esforço da gestão para ampliar o número de leitos e garantir assistência para todos os mineiros.

“Estou aqui por um motivo triste, devido a uma pandemia. Mas a inauguração desses leitos é fruto do nosso trabalho para reduzir os impactos da doença. Apenas nessa regional de Saúde nós já conseguimos ampliar mais de 150 UTIs. No estado todo, desde o início da pandemia, nós criamos mais de 1.500 leitos de UTIs. Boa parte deles será incorporada definitivamente e aquelas regiões que tinham um certo déficit assistencial vão passar a contar com um número maior, mesmo quando tudo isso passar”, afirmou.

Ele também comentou que é fundamental a ajuda da população para que o estado alcance o declínio da curva de casos e óbitos o quanto antes.

Também nesta sexta-feira, 24, o prefeito Dr. Marcos Vinicius entregou parte das obras de ampliação do Hospital Dr. José Maria Morais. O bloco de aproximadamente 1.350 mil m² de área construída estava inacabado desde 2015 e recebeu as melhorias, elevador tipo maca, adequações as normas da Anvisa e hoje abriga os novos leitos para tratar Covid-19. O investimento no HJMM é da ordem de R$ 1,2 milhão.

“Minas vem fazendo um excelente trabalho, mas precisamos lembrar que estamos lidando com algo imprevisível. Tivemos em alguns lugares do mundo uma segunda onda e não estamos dando a batalha por finalizada. A guerra ainda pode ser muito longa. Em alguns momentos, temos que tomar medidas que desagradam boa parte da população, mas é sempre pensando na saúde dos mineiros. Estou otimista e agradeço o empenho de todos. Todos nós temos que nos esforçar em um momento como este”, disse.

Minas Consciente

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo, lembrou que os protocolos do plano Minas Consciente, criado pelo Governo de Minas para garantir a retomada responsável da economia, estão sendo revistos para atender melhor às necessidades das cidades.

“Estamos em franca revisão do plano. É importante lembrar que foi o primeiro programa do Brasil com essa visão de um isolamento coordenado. Hoje, com mais de 12 semanas de implementação, passamos por um momento de aprendizagem, de ver as dificuldades e os acertos. Entendemos que acertamos muito. Mas se, de fato, o pior estiver passando, se a epidemia começar a cair um pouco, há a necessidade de começarmos a caminhar em uma velocidade que seja adequada a esse novo momento”, afirmou.

Também participaram do evento o prefeito de Coronel Fabriciano, Marcus Vinícius da Silva; a secretária municipal de Saúde e diretora do Hospital, Kátia Barbalho Diniz Costa; a deputada federal Alê Silva; o presidente da Câmara de Coronel Fabriciano, Adriano Martins; e o superintendente regional de Saúde de Coronel Fabriciano, Ernany de Oliveira Junior.

Investimentos

Em quatro meses de pandemia, o Estado de Minas Gerais já repassou pouco mais de R$ 1 bilhão para estruturar a assistência de Saúde nos municípios mineiros.

Equipar a rede pública é a prioridade do governo, tanto como estratégia para enfrentamento da doença no estado quanto como ação de responsabilidade fiscal.

O montante investido é referente a compras de equipamentos, insumos e aparelhos fundamentais para uma melhor condição de atendimento.

 

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *