Programa “Medicamento em casa” é ampliado na Região Metropolitana do Vale do Ação

Fabriciano – O Núcleo de Assistência Farmacêutica (NAF) da Regional de Saúde de Coronel Fabriciano, anuncia a ampliação do Programa “Medicamento em Casa”. O programa, a partir desta quinta-feira (02/07), passa a contemplar também os pacientes portadores de Hepatite B, Hipertensão Pulmonar, Dislipidemia e Osteoporose, além dos de asma e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

O Programa contempla pacientes das cidades de Ipatinga, Coronel Fabriciano, Timóteo e Santana do Paraíso, Região Metropolitana do Vale do Aço. O programa “Medicamento em Casa”, é uma ação do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, em parceria com aplicativo 99 táxi e a Defesa Civil de Minas Gerais.

Segundo a Coordenadora do Núcleo de Assistência Farmacêutica (NAF) da Regional de Saúde de Coronel Fabriciano, Fabyanna Horta Drumond, o objetivo da ampliação da cobertura das doenças é proteger o maior número de usuários possíveis, principalmente os que fazem parte do grupo de risco da covid-19.

“A entrega desses medicamentos, que são do componente especializado da Farmácia de Minas, ajuda a diminuir o número de pessoas frequentando o NAF e também o número de pessoas circulando nas ruas das cidades. Em princípio, o programa atenderia 312 pacientes com asma e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), com essa ampliação, atenderemos pacientes que tratam de Hepatite B, Dislipidemia e Osteoporose. A projeção é que o número de pacientes atendidos pelo programa no Vale do Aço aumente consideravelmente” disse Fabyanna.

O Núcleo de Atenção Farmacêutica (NAF) da Regional de Saúde de Coronel Fabriciano, já realizou 178 entregas até a última quinta-feira (25/06), atendendo a meta estipulada, percorrendo uma distância de 790 km dentro da Região Metropolitana do Vale do Aço.

A Coordenadora do Núcleo de Assistência Farmacêutica (NAF), ainda reforçou que o foco principal da iniciativa, desenvolvida pelo Estado em parceria com o aplicativo de mobilidade urbana, é proteger os pacientes do grupo de risco, visto que a entrega do remédio em domicílio é uma estratégia que evita o contato com ambientes externos, ajudando na redução do fluxo de pessoas e aglomerações.

Para que a entrega ocorra sem problemas, é necessário que o paciente esteja com o cadastro atualizado. Ele pode fazer isto pelos canais de atendimento: WhatsApp (31) 98282-4324 ou pelo e-mail medicamentoemcasa@saude.mg.mg.gov.br.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *