IEF libera visitas em três parques estaduais na reabertura das unidades de conservação

Redação – O Instituto Estadual de Florestas (IEF) publicou nesta quinta-feira (10/09) no Diário Oficial de Minas Gerais, a Portaria 94, que autoriza a reabertura da visitação em unidades de conservação sob a gestão do Estado. As primeiras unidades a serem reabertas e que poderão receber visitantes a partir deste sábado (12/9) são os parques estaduais da Serra do Rola-Moça, na Grande BH; da Lapa Grande, em Montes Claros, e do Biribiri, em Diamantina. A reabertura deverá observar a realidade de cada município, de acordo com as ondas do plano Minas Consciente, além de uma série de critérios descritos na portaria publicada hoje.

Unidades de conservação inseridas em territórios que estiverem nas ondas amarela e verde estão liberadas para a retomada da visitação, enquanto aquelas que estiverem em áreas com onda vermelha permanecerão fechadas ou terão que interromper a visitação em caso de retrocesso de estágio. A visitação foi suspensa em todas as unidades gerenciadas pelo IEF desde 18 de março, por conta da pandemia da Covid-19.

De acordo com o diretor-geral do IEF, Antônio Malard, a reabertura será gradativa. “Na Serra do Rola Moça, por exemplo, vamos reabrir a visitação nos mirantes, inicialmente, para organizar a permanência naqueles espaços”, esclarece Antônio Malard. A Portaria 94 prevê que a relação das unidades de conservação a serem reabertas será publicada no site do IEF, e a atualização desse conteúdo será constante. “Antes de planejar a ida à unidade, o visitante deve verificar o site do IEF para se certificar se as unidades estarão abertas e quais são as regras específicas para visitação em cada uma”, alerta Malard.

Clique aqui para conferir a lista das unidades com a visitação liberada

De acordo com a Portaria 94, todos os visitantes e funcionários das UCS que estiverem reabertas para o acesso do público deverão usar máscaras. No caso das unidades onde, normalmente, são formadas filas para o acesso, haverá a marcação de espaços para posicionamento de cada visitante enquanto aguarda, com distanciamento de dois metros.

Cada unidade vai desenvolver seu protocolo específico e será verificada a possibilidade de realização de visitas por meio de agendamento, assim como do pagamento prévio das entradas. Ainda segundo o diretor-geral do IEF, o objetivo é garantir o bem-estar de todos. “A abertura será gradativa, sempre priorizando a saúde da população e de nossos servidores”, acrescenta Malard.

A Portaria 94 determina que o uso das estruturas destinadas à hospedagem de visitantes e pesquisadores e das estruturas de apoio à visitação, como restaurantes e lanchonetes, deve obedecer às orientações previstas no protocolo sanitário do Plano Minas Consciente. Todas as cavidades abertas à visitação dentro das unidades que exigirem equipamentos de uso pessoal e coletivo, tais como capacetes, lanternas, coletes, máscaras, calçados, vestimentas, dentre outros, deverão estabelecer procedimentos e mecanismos para a completa desinfecção destes itens.

As unidades estão liberadas para limitar o número de visitantes e promover o aumento gradativo ao longo do tempo e do espaço, visando evitar aglomerações ou picos de visitação em determinados locais, dias ou horários. O diretor-geral do IEF, Antônio Malard, lembra que na semana que vem outro grande grupo de unidades de conservação serão reabertas e o planejamento é de até o final do mês termos a reabertura de todas que estão localizadas em municípios que se encontrarem nas ondas verde e amarela. O diretor de Unidades de Conservação do IEF, Cláudio Castro, afirma que o IEF tomará as providências relativas aos casos que não estiverem contemplados pela portaria.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *