Clima de desconfiança, de polêmica e de denúncia, faz Rotary Acesita cancelar exames do Sodalício

Timóteo – O Rotary Club de Acesita distribuiu nesta quarta-feira (19), uma carta aberta à comunidade Timotense, assinada pelo presidente Carlos Afonso de Carvalho, lamentando o clima de desconfiança e de polêmica na realização dos exames realizados no Asilo Tio Questor, dentro do “Programa Corona Zero”.

O vereador de Timóteo, Adriano Costa Alvarenga, formalizou uma denúncia envolvendo a Secretaria de Assistência Social de Timóteo, o Rotary Club de Acesita e a realização do projeto “Corona Zero: Lutando contra o vírus Covid-19”.  O parlamentar atestou que “estaria havendo fraudes nas testagens”, onde os frascos contendo o material colhido tinham na etiqueta o nome de outras pessoas. A situação surgiu através de uma servidora pública concursada – após ter sido testada, que gravou a sua conversa questionando o procedimento junto à secretária de Assistência Social, Rosanna Borges.

Pela primeira vez após repercutir o assunto, a diretoria do Rotary Clube Acesita resolveu explicar publicamente o que aconteceu. Na Carta Aberta distribuída pela entidade, o Rotary explicou a situação e ao mesmo tempo decidiu pelo cancelamento de todos os exames realizados nos idosos e funcionários do Sodalício Tio Questor.

Veja o que diz uma parte da Carta Aberta

…Em Timóteo o Rotary Clube de Acesita iniciou esse projeto (Programa Corona Zero) no mês de maio, cadastrando o “Sodalício Tio Questor”, seus residentes e funcionários.

Entretanto, devido a reformulação ocorrida no Programa Corona Zero, só foi possível aplicar os testes para a Covid-19 nos residentes e funcionários do Sodalício Tio Questor no dia 10 de agosto.

Entre maio e agosto a lista dos residentes e funcionários do Sodalício foi atualizada várias vezes devido ao cenário acometido na instituição.

O Rotary Club de Acesita foi responsável pela inscrição, atualização dos dados, entrega dos materiais e dos kits dos exames, acondicionamento e transporte do material coletado, ficando sob os cuidados do Município a realização da coleta dos exames.

Por acreditar na essência e importância  deste programa, a intenção do Rotary Club de Acesita, ao trazer essa iniciativa para Timóteo, foi de Trabalhar junto ao Município no enfrentamento ao vírus.

Após a realização da coleta no Sodalício Tio Questor foi criado um clima de desconfiança e de polêmica na realização dos exames, sem ao menos se inteirar de todo esforço empenhado pelo Rotary Club Acesita em viabilizar o projeto do Município.

Por fim, diante dos fatos ocorridos, o Rotary Club de Acesita lamenta ter que decidir, como assim o faz, pelo cancelamento dos exames realizados no Sodalício Tio Questor, no município de Timóteo, através do “Programa Corona Zero”.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *