Notícia do fechamento da Escola Tancredo Neves faz subir o tom dos debates na Câmara de Fabriciano

Preocupado, o presidente da Câmara Municipal, Adriano Martins, sugeriu a formação de uma comissão para tratar do assunto na Secretaria Estadual de Educação, em BH

FABRICIANO – A notícia do possível fechamento da Escola Estadual Tancredo de Almeida Neves, no Bairro São Domingos foi o assunto que predominou na sessão Ordinária da Câmara de Coronel Fabriciano na tarde desta terça-feira (28). Com maior veemência, o vereador Marcos da Luz endureceu o discurso para protestar contra o Governo do Estado que anunciou o fechamento do educandário. A unidade escolar atende cerca de 200 alunos, do Ensino Fundamental ao EJA (Educação de Jovens e Adultos), que teriam que se deslocar para outras escolas em localidades distantes do bairro. Os vereadores Cristiano do Cais propôs uma manifestação a respeito do assunto. Um documento com a assinatura de todos os vereadores será entregue na próxima semana na Secretaria Estadual de Educação, pedindo a manutenção da escola.

Vereador Marcos da Luz fez requerimento verbal propondo uma ação conjunta da Câmara

“Não se corta gastos com a retirada de direitos sociais básicos do povo, como a Educação, previsto no art. 5º da nossa Constituição”, enfatizou o vereador Marcos da Luz, que recebeu apoio do presidente da Câmara, vereador Adriano Martins; do professor Edem Almeida, Thiago Lucas, Xingozinho e Dr. Sandro Araújo. “O que estamos vendo é o novo governo querendo tirar tudo da população, principalmente das pessoas mais carentes, como tentou fazer com a UAI e com a AF em Fabriciano e nós desta Casa Legislativa não deixamos e não vamos aceitar fechar nenhuma escola em nossa cidade. Educação é um investimento que precisa ser mantido”, discursou Marcos da Luz.

Compartilhe em suas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *